Junho 14 2015

Para Fábio Coentrão, o regresso ao Benfica não estava dependente da continuidade de Jorge Jesus que, entretanto, se mudou para o Sporting.

«Um dia vou regressar para jogar no Benfica. O meu clube é o Benfica não é o Jorge Jesus. Acho que este ano é muito difícil. Tenho contrato por mais quatro anos com o Real Madrid», disse Fábio Coentrão após o jogo com a Arménia.

Fonte: A Bola

publicado por Benfica 73 às 09:48

Junho 17 2013
O internacional português Fábio Coentrão (Real Madrid) pretende voltar a envergar a camisola do Benfica e terá rejeitado os alegados convites do Mónaco e Chelsea.

O Mónaco e o Chelsea estão dispostos a resgatá-lo de Espanha? Sim, parece ser esse o caso, mas em círculo privado o defensor já confessou que não se encontra interessado em prosseguir a carreira no estrangeiro, mesmo que em condições super favoráveis, super vantajosas, levando uma privilegiada vida de emigrante de luxo, como sucedia no Real e, garantidamente, se repetiria tanto no principado como em Londres. 

Na Luz, o lateral-esquerdo sabe que tem todas as condições para ser feliz - muitíssimo mais do que em França ou Inglaterra. Além de Jorge Jesus continuar a ser o técnico (foi ele que conseguiu explorar ao máximo as capacidades futebolísticas de Coentrão e os laços de amizade que os unem levaram o defensor a convidar o treinador para o seu casamento), os adeptos encarnados têm-no como um herói, como um dos seus, como um benfiquista de carne e osso, que vibra com as vitórias e sofre com as derrotas da águia (alguém esqueceu o ar de sofrimento captado pelas câmaras de televisão de um Coentrão que assistiu na tribuna do Jamor à derrota do Benfica na final da Taça de Portugal com o V. Guimarães?).
Fonte: A Bola
publicado por Benfica 73 às 15:14

Junho 17 2013
Fábio Coentrão tem um desejo: voltar ao Benfica. E pretende concretizá-lo já na próxima época. Apesar de a sua ligação ao Real Madrid se prolongar até 2017, o esquerdino já assumiu publicamente que não está nos seus planos continuar ao serviço do clube espanhol. 

Cansado de ser crucificado pela crítica, reconhecidamente pouco amistosa para com o internacional português, o defesa, de 25 anos, procura recuperar a aura de jogador especialmente valioso adquirida na passagem pela Luz e ao serviço da Seleção Nacional. 
O regresso a Portugal e à casa encarnada, onde viveu o melhor período da carreira, preenche por completo o imaginário de Fábio Coentrão e a paixão pelo emblema da águia convida-o mesmo a cometer verdadeira loucura. 

O jogador nascido na pitoresca localidade das Caxinas, que faz fronteira entre as cidades nortenhas da Póvoa de Varzim e Vila do Conde, está disposto a baixar o salário (que no Real rondava os 150 mil euros/mês líquidos) para voltar a vestir a camisola do Benfica.

O Mónaco e o Chelsea estão dispostos a resgatá-lo de Espanha? Sim, parece ser esse o caso, mas em círculo privado o defensor já confessou que não se encontra interessado em prosseguir a carreira no estrangeiro, mesmo que em condições super favoráveis, super vantajosas, levando uma privilegiada vida de emigrante de luxo, como sucedia no Real e, garantidamente, se repetiria tanto no principado como em Londres.
Fonte: A Bola
publicado por Benfica 73 às 09:07

Maio 14 2013
Numa altura em que muito se fala de divisões dentro do balneário do Real Madrid, só mesmo um português para conseguir unir toda a gente. Nem que seja contra ele. Fábio Coentrão, nada mais nada menos, foi o protagonista de um episódio que conseguiu colocar toda a gente a rir, desde Mourinho a Casillas.
Tudo aconteceu antes do jogo com o Espanhol, que terminou com um empate a uma bola. O lateral esquerdo até foi convocado por Mourinho mas ficou fora das escolhas finais. À hora do jogo, no entanto, lá foi ele para o banco de suplentes, como se nada fosse. Casillas olha para ele, como que a perguntar-se «o que faz este aqui?», e informa o português de que não faz parte da ficha de jogo e que devia estar na bancada. Coentrão não acredita, questiona o capitão, enquanto todo o banco, especialmente Benzema, se desmancha a rir perante a atrapalhação do colega de equipa.
O defesa fica sem saber no que acreditar e, depois de muita hesitação decide tirar as coisas a limpo e vai perguntar a Karanka se joga ou não, certamente convencido de que o adjunto de Mou lhe vai dizer que os colegas estavam a brincar.
Pois a resposta de Karanka é pronta e manda Coentrão para a tribuna, perguntando-lhe o que estava a fazer no banco. Casillas ri-se e até bate palmas, e eis que chega Mourinho, que se junta à paródia e parece pedir aos jogadores para não gozarem com Coentrão... quando ele próprio não consegue parar de se rir. Enquanto também Rui Faria se diverte à conta do despistado Coentrão, o português lá vai para a bancada. A melhor parte contece a seguir, quando contam o sucedido a Cristiano Ronaldo e este aponta para a cabeça, como que dizendo «o Fábio deve estar maluco».
Nisto, Coentrão continua as suas desventuras e vai para a tribuna, onde não vê o lugar que lhe era destinado e... fica a ver o jogo de pé. Se a partida foi triste, porque o Barça acabou campeão graças ao empate, rir foi mesmo o melhor remédio.
Fonte: A Bola
 
Veja aqui a atrapalhação de Fábio Coentrão
publicado por Benfica 73 às 16:11

Maio 01 2013

publicado por Benfica 73 às 09:38

Janeiro 03 2013
O treinador do Real Madrid, José Mourinho, terá perdido a paciência com Fábio Coentrão, após o jogador ter chegado atrasado ao treino dos «merengues».
De acordo com o jornal espanhol as, se em janeiro chegar alguma boa proposta que permita ao Real recuperar os 30 milhões investidos no passe do jogador, o emblema espanhol estará preparado para deixar sair o internacional português.
O treinador português exigiu que Coentrão receba a multa mais elevada que podem passar também para servir de exemplo para os restantes jogadores.
Fábio Coentrão perdeu espaço no plantel do Real Madrid, onde é, alegadamente, visto como uma má influência para os restantes jogadores. Comportamentos incorretos fora e no relvado estarão na origem desta situação.
Fonte: A Bola
publicado por Benfica 73 às 10:17

Dezembro 13 2012
Diário ´AS` noticia que Fábio Coentrão não entra nos planos do Real Madrid para a próxima época. Futuro do jogador pode passar por Portugal.
Diz a edição online daquele diário espanhol que o internacional português deverá ser dispensado pelo clube merengue no final desta época, a segunda que o jogador cumpre no Santiago Bernabéu depois de ter sido contratado ao Benfica, no verão de 2011, por 30 milhões de euros.
«A opção Coentrão é descartada, já que se procura uma saída para o mercado português», lê-se na notícia do AS.
O lateral, de 24 anos, está vinculado ao Real Madrid até junho de 2017.
Gareth Bale, internacional galês do Tottenham, de André Villas Boas, parece ser o jogador desejado para reforçar o corredor esquerdo do plantel merengue.
Fonte: A Bola
publicado por Benfica 73 às 17:27

Dezembro 11 2012
«Bronca» entre dois portugueses, garante a Marca. Segundo o diário espanhol, Rui Faria e Fábio Coentrão desentenderam-se no treino de ontem do Real Madrid, tudo por causa da condição física do defesa português.
Fábio Coentrão encontra-se a recuperar de um problema muscular, que o forçou a falhar a jornada passada, e tinha indicações de Rui Faria para se treinar de forma condicionada, com trabalho leve, junto dos companheiros que tinham sido titulares com o Valladolid. Tudo para não forçar a perna e evitar uma recaída, já a pensar no próximo jogo.
O problema foi que Rui Faria encontrou Fábio Coentrão a jogar uma peladinha com os companheiros que não foram utilizados, já depois dos titulares terem abandonado há muito a sessão, para repousarem. Coentrão terá dito que tinha autorização do departamento médico, ao que Rui Faria respondeu lembrando-lhe que era ele o preparador físico e o responsável pela programação do trabalho dos jogadores.
Depois da discussão, que decorreu à frente de boa parte do plantel, Fábio Coentrão virou costas a Rui Faria, tendo seguido imediatamente para os balneários.
Recorde-se que Coentrão é nesta altura o único lateral esquerdo à disposição de José Mourinho, já que Marcelo se encontra lesionado, pelo que era este o motivo da preocupação do preparador físico do Real, um dos mais importantes elementos da equipa técnica do Special One.
Fonte: A Bola
publicado por Benfica 73 às 18:08

Novembro 05 2012
Os internacionais portugueses do Real Madrid, Cristiano Ronaldo, Pepe e Fábio Coentrão, já votaram no melhor onze de 2012.
Os vencedores do FIFPro World XI, que será constituído por um guarda-redes, quatro defesas, três médios e três avançados, serão revelados na gala da Bola de Ouro, agendada para 7 de janeiro de 2013, em Zurique, na Suíça.
Os jogadores que alinham nos campeonatos profissionais portugueses também já receberam os respetivos boletins de votos, que serão entregues através do Sindicato de Jogadores. 
Fonte: A Bola
Pepe
Fábio
   
publicado por Benfica 73 às 21:10

Outubro 19 2012
José Mourinho admite que Fábio Coentrão pode estar a acusar a pressão de representar um clube com a dimensão e grau de exigência do Real Madrid.
«Ele regressou do Mundial [da África do Sul], onde foi o melhor lateral esquerdo, e foi massacrado. Mostrou um nível que não é o seu. No Europeu, voltou a ser um dos melhores da competição. Mas aqui, todavia, não é o Fábio Coentrão que eu conheço porque o ambiente que rodeia o clube é complicado», justifica o treinador português do Real Madrid, em entrevista à revista France Football.
Fonte: A Bola
publicado por Benfica 73 às 21:10

Outubro 10 2012

Os espanhóis insistem em colocar Fábio Coentrão no Benfica, agora a partir de janeiro, altura em que reabre o mercado de transferências. Ontem foi a Cadena Ser a reavivar este cenário, já antes avançado no verão, mas que não tem qualquer fundamento.

O Real Madrid não coloca esta hipótese como viável, sobretudo depois do investimento de 30 milhões de euros feito no internacional português, de 24 anos.Aliás, nem Florentino Pérez, nem o empresário Jorge Mendes querem ouvir falar no empréstimo do lateral-esquerdo ao clube a quem o emblema merengue pagou a transferência.
Fonte: Record
publicado por Benfica 73 às 11:09

Outubro 09 2012

O Real Madrid está disponível para emprestar Fábio Coentrão ao Benfica na reabertura do mercado, em janeiro. Segundo o CM, as águias já sabem que o internacional português, de 24 anos, está disponível para regressar ao clube onde, por indicação do técnico Jorge Jesus, passou a jogar a defesa esquerdo (era médio/extremo) e chegou a internacional.

Fonte: A Bola/CM
publicado por Benfica 73 às 12:08

Outubro 08 2012
A rádio espanhola Cadena Ser noticia esta segunda-feira que Fábio Coentrão poderá voltar ao Benfica durante a reabertura do mercado de transferências, em janeiro.

O lateral esquerdo não é utilizado por José Mourinho desde 23 de agosto, quando cumpriu os 90 minutos no encontro da segunda mão da Supertaça de Espanha, tendo também cumprido quatro jogos de suspensão. 

Perante o atual cenário, e segundo a referida fonte, Fábio Coentrão estaria disposto a abandonar o clube merengue na reabertura do mercado de transferências, em janeiro, isto, claro está, se continuar de fora das opções de José Mourinho.

É neste contexto que surge a possibilidade de regressar ao Benfica, ainda que a operação, revela a Cadena Ser, possa não ser fácil, até porque foi ao clube da Luz que o Real Madrid pagou 30 milhões de euros em julho de 2011.
Fonte: A Bola
publicado por Benfica 73 às 16:54

Agosto 29 2012
O internacional português Fábio Coentrão, do Real Madrid, foi, esta quarta-feira, suspenso por quatro jogos, após a expulsão na derrota frente ao Getafe.
Fábio Coentrão, que irá falhar a partida de hoje frente ao Barcelona para a Supertaça espanhola, terá faltado ao respeito ao árbitro do jogo, numa partida em que ficou no «banco».
Por seu turno, o treinador do Barcelona, que foi expulso frente ao Osasuna, recebeu dois jogos de suspensão.
Fonte: A Bola
publicado por Benfica 73 às 13:40

Agosto 27 2012
Fábio Coentrão foi expulso nos instantes finais do jogo entre o Getafe e o Real Madrid, quando estava sentado no banco de suplentes. O relatório do árbitro Pérez Lasa, a que o jornal AS teve acesso, é claro quanto ao motivo da expulsão.
«No minuto 88, o jogador Fábio Alexandre da Silva Coentrão foi expulso pelo seguinte motivo: dirigiu-se a mim quando o jogo estava parado e, quando me encontrava próximo do seu banco, insultou-me dizendo ‘és um filho da p...’», pode ler-se no relatório do árbitro.
Coentrão arrisca agora uma suspensão de quatro a 12 jogos.
«Insultar, ofender ou dirigir-se em termos ou atitudes injuriosas ao árbitro principal, assistentes, quarto árbitro, dirigentes ou autoridades desportivas, será sancionado com um suspensão de quatro a 12 jogos», diz o artigo 94 do Código de Disciplina da Federação Espanhola de Futebol.
Fonte: A Bola
publicado por Benfica 73 às 00:15

Agosto 08 2012
Fábio Coentrão está seguro no Real Madrid. Alarmado com as recentes notícias que davam conta da insatisfação do jogador português no Real, José Mourinho esteve à conversa com o lateral de forma a esquecer essa ideia. 

O teor da conversa, tido antes do treino matinal, como dá conta a imprensa espanhola, deu a entender que Mourinho lhe pretende dar um papel importante na equipa esta época. 

Cansado das criticas apontadas na última temporada, Fábio Coentrão, ainda assim, ganhou novo fôlego no último Europeu onde foi um dos jogadores mais influentes da Seleção Nacional. Mourinho, nesse sentido, acredita nas capacidades do jogador e entende que o lateral será peça fundamental na estratégia do campeão espanhol para o futuro.
Fonte: A Bola
publicado por Benfica 73 às 17:23

Agosto 06 2012

Fábio Coentrão está desejoso de voltar ao Benfica e nem se importa de perder dinheiro para que isso se torne realidade. O lateral-esquerdo está muito incomodado com as críticas constantes dos adeptos do Real Madrid, que alegam desconhecer a razão de ter custado 30 milhões de euros, e considera não ter condições para continuar.

Fonte: A Bola/JN
publicado por Benfica 73 às 10:06

Junho 28 2012

A imprensa espanhola divulgou imagens de Fábio Coentrão no Portugal-Espanha, onde o lateral português terá, alegadamente, provocado o banco espanhol, com Reina a responder.

Fonte: Record

publicado por Benfica 73 às 01:23

Junho 22 2012

Os que questionavam o valor pago pelo Real Madrid por Fábio Coentrão integram agora um grupo que afina a uma só voz em elogios ao internacional português, pelo desempenho no Euro'2012.

Os jornal espanhol "Marca" publica esta sexta-feira um artigo onde, a coberto do anonimato, fontes do clube reconhecem que o esquerdino deu uma resposta fulminante ao serviço da Seleção Nacional: "O rapaz estava a precisar disto e nós ficamos felizes por ele."

Comentadores e adeptos alinharam nas críticas a Coentrão, sobretudo na última fase da temporada, em jogos da liga espanhola e da Liga dos Campeões.

Agora, a "Marca" salienta o facto de Paulo Bento confiar a 100 por cento no futebolista no posto de lateral-esquerdo, como principal apoio a Cristiano Ronaldo, o que está a ajudar na "ressurreição".

E na quinta-feira à noite, diante da República Checa, Coentrão realizou nova grande exibição, com Portugal rumo às meias-finais do Euro'2012.

Fonte: Record

publicado por Benfica 73 às 21:45

Junho 22 2012
Fábio Coentrão, lateral-esquerdo da seleção nacional, diz que após a passagem às meias-finais do Europeu «tudo é possível» e deixa um pedido aos portugueses.
«O que peço é que acreditem em nós, que ainda temos muito para dar. Tudo é possível», afirmou o jogador do Real Madrid.
Fábio Coentrão diz estar pronto para o próximo jogo depois de não ter levado o amarelo na partida com a República Checa, que o afastaria do encontro das meias-finais. Nessa fase da prova vai, já é certo, encontrar companheiros do Real Madrid.
«Venha quem vier, temos que fazer um bom trabalho. Quer apanhe pela frente o Benzema (avançado francês), quer apanhe o Sérgio Ramos (defesa espanhol)».
Fonte: A Bola
publicado por Benfica 73 às 09:52

Março 02 2012

O clássico de hoje à noite, que decide a liderança imediata da Liga, não vai ser vivido de forma intensa apenas em Portugal. Em Espanha vai estar, pelo menos, um espectador bastante atento às incidências da partida. Fábio Coentrão irá torcer, e muito, pelo clube que representou nas duas últimas temporadas.

O jogador que atualmente representa o Real Madrid não esquece as águias nem o carinho enorme que tem pelo clube e, através de Record, aproveitou para enviar uma mensagem de apoio aos ex-companheiros.

“Sei que vocês vão ganhar”, frisou, antes de garantir que a equipa de Jesus saberá responder às exigências da partida, que pode dar a liderança isolada do campeonato.

Fonte: Record

publicado por Benfica 73 às 12:59

Dezembro 27 2011

R – Que balanço faz destes primeiros meses no Real Madrid?

FC – Faço um balanço positivo, mas é claro que poderia ser bem melhor. Tive muitas lesões e não consegui atingir aquilo que pretendia. Mas penso que o importante foi conseguido, adaptei-me ao clube, constatei o que este emblema é na realidade. Agora na segunda metade da época, espero ter menos lesões de forma a poder juntar o útil ao agradável. Ou seja adaptar-me perfeitamente e jogar bem, mostrando o que realmente valho.

R – Mas a adaptação está a ser mais difícil do que esperava?

FC – Sim, talvez. O Real Madrid não é um clube qualquer, tem uma dimensão muito grande. Só depois de chegar aqui é que nos apercebemos da grandiosidade. Mas um jogador tem de estar sempre preparado para tudo, para enfrentar qualquer situação.

R – Custou 30 milhões de euros. Sente que o peso do dinheiro também tem condicionado a sua prestação?

FC – É verdade. Sinto um pouco isso. Mas era ponto assente que quem quisesse contratar-me tinha de pagar a cláusula de rescisão. O Real Madrid optou por pagar e agora só tenho de justificar esses 30 milhões de euros.

R – Considera, portanto, que ainda não mostrou todo o seu potencial?

FC – Não. Sinto que ainda não mostrei todo o meu valor e que posso mostrar muito mais. Agora é como eu digo, quando temos vários problemas físicos é impossível estar a 100 por cento. Até agora tive muito azar, três ou quatro lesões que não foram fáceis, mas só quero trabalhar para poder estar ao meu nível.

R – Apesar dos problemas físicos e de as coisas não estarem a correr como esperava, o míster José Mourinho tem falado consigo, passado confiança?

FC – O míster nestas coisas é uma pessoa fantástica. Passa confiança a todos, quer aos titulares indiscutíveis quer aos que têm apenas poucos jogos. Não deixa ninguém de parte e dá sempre muito moral ao plantel. É muito importante qualquer jogador ter a confiança do treinador.

R – Esta temporada já jogou na esquerda, na direita mas também no meio-campo, numa posição mais defensiva. Foi a primeira vez que alinhou nesse lugar?

FC – Sim, nunca tinha jogado como médio-defensivo. Mas o míster está sempre atento a tudo e se me colocou lá é porque achou que tinha qualidades e capacidades para desempenhar bem a função. E sempre que fui utilizado no meio-campo tentei dar o meu melhor.

R – Ficou um pouco assustado no dia em que José Mourinho lhe disse que iria jogar como médio-ofensivo?

FC – (Risos) Senti-me um pouco apreensivo, o que é normal uma vez que nunca tinha jogado nessa posição. Mas sou daqueles jogadores, polivalentes que independentemente do sítio onde joga tenta sempre dar o máximo, de forma a agradar ao treinador e aos adeptos. Não sei se isso foi conseguido mas a verdade é que dei tudo.

R – O facto de não jogar continuamente como defesa-esquerdo é um fator que pode estar a influenciar também a sua afirmação?

FC – Claro que sim. Como mostrei nos últimos dois anos no Benfica, desde o primeiro dia em que me colocaram nessa posição, posso fazer muito pela equipa. Aqui temos mais soluções, o Marcelo é um grande jogador e o míster tem optado por ele. Só tenho de respeitar, continuar a trabalhar e jogar onde o míster quiser. Mas, sem dúvida, que a minha posição é defesa-esquerdo.

R – Foi utilizado no lado direito frente ao Barcelona. Sentiu algum tipo de receio quando o treinador lhe disse que ia jogar nessa posição, num jogo tão importante?

FC – Já tinha jogado nesse lugar no jogo antes do clássico, diante do Sp. Gijón e as coisas correram bem, felizmente. Agora é como eu digo, não se pode querer tudo de um jogador quando ele nunca alinhou numa determinada posição e de repente joga dois jogos, ainda por cima um contra o Barcelona. Não se pode esperar grande coisa, até porque, tal como todos os futebolistas, preciso de tempo para adaptar-me. Não sou diferente e é natural que as coisas não tenham corrido totalmente bem.

R – Falando um pouco desse jogo. O Real Madrid perdeu mas a sorte acabou por não vos acompanhar...

FC – Perdemos, mas esse jogo já ficou para trás. Agora é pensar no que ainda falta.

R – Apesar dessa derrota, o Real Madrid acabou o ano em primeiro lugar no campeonato, além de ainda estar na Taça e na Liga dos Campeões. Considera que tem sido a equipa mais forte até agora?

FC – Nós fazemos apenas o nosso trabalho para conseguirmos os objetivos. E nem é preciso estar aqui a enumerar todos os objetivos que temos porque um clube como o Real Madrid quer ganhar todas as provas em que está inserido. E o campeonato não foge à regra. Estamos a fazer tudo para ficar em primeiro, neste momento estamos na liderança, só pensamos em nós e agora temos de tentar manter esta fase positiva.

R – Mas, na sua opinião, a classificação espelha que o Real Madrid tem sido a equipa mais forte até este momento?

FC – Como já referi, não gosto muito de estar a falar sobre os adversários. Agora é verdade que se estamos em primeiro é porque jogamos bem e merecemos.

R – Acha que é mais importante o Real Madrid ganhar o campeonato ou a Liga dos Campeões? O que preferia?

FC – Vou ter de responder o óbvio. Claro que quero ganhar as duas competições. O campeonato e a Liga dos Campeões. É o meu sonho.

R – E sente que o Real tem capacidade para vencer essas duas provas, uma vez que o Barcelona também está muito forte?

FC – Claro que o Real Madrid tem capacidade e qualidade para ganhar as duas provas. Os jogadores que temos no plantel permitem-nos ter ambição a ganhar qualquer competição.

R – O que mais deseja para esta temporada?

FC – Sem dúvida, ter menos lesões e começar a jogar o mais rápido possível para que o velho Coentrão que todos conhecem volte.

R – E a nível coletivo?

FC – Espero ganhar todas as provas em que estamos inseridos. Sei que é bastante difícil mas tudo é possível.

R – Mas acha que este ano é decisivo ganhar o campeonato ou a Liga dos Campeões até para colocar termo à hegemonia do Barcelona?

FC – Um clube como o Real Madrid joga sempre para vencer. Mesmo que ganhemos a Liga dos Campeões e o campeonato este ano, na próxima época vamos ter de lutar novamente por títulos. A exigência é muito grande. Entramos sempre para ganhar tudo, embora saibamos que nem sempre é possível. Agora claro que temos de ganhar o campeonato este ano, até porque já não o fazemos há algum tempo. E sinceramente temos tudo para isso.

Fonte: Record

publicado por Benfica 73 às 10:16

Dezembro 26 2011

R – Como adepto do clube qual o reforço que mais o impressionou nesta primeira metade da temporada?

FC – Talvez o Garay. É um central de grande nível, muito bom mesmo e considero que esta lesão do Luisão só veio demonstrar ainda mais o seu valor. Isto porque assumiu-se como o patrão da defesa e conseguiu manter a segurança na equipa, mesmo com a ausência de um jogador tão importante no sector. Com isto não quero dizer que o Jardel ou o Miguel Vítor não tenham qualidade, porque também eles são bons jogadores. Mas o Garay foi sem dúvida um grande reforço para a equipa, uma excelente opção no mercado. Aliás a sua utilização comprova isso mesmo, se não estou em erro é o jogador que contabiliza mais minutos na equipa e temos que lhe dar todo o mérito.

R – Atualmente muitas pessoas dizem que a grande lacuna da equipa é a posição de lateral-esquerdo, já que o Emerson ainda não conseguiu convencer. Tem noção de que deixou um vazio grande?

FC – Para começar quero dizer, que ao contrário do que muitas pessoas pensam, o Emerson é um bom jogador. Agora é normal que precise de tempo para se adaptar a uma nova realidade e outro nível de exigência, já que o Benfica não é a mesma coisa do que o Lille. Ao que sei ele também não era um titular indiscutível em França e esta mudança para um clube tão grande como Benfica exige tempo. Não se pode querer logo que o Emerson seja um Fábio Coentrão e que faça exatamente as mesmas coisas, até porque é um jogador com características diferentes. Temos que lhe dar espaço e tempo e sinceramente gosto das suas qualidades. Não quer dizer que vá chegar ao meu nível, ou mostrar a qualidade que eu tinha lá, mas com mais alguns meses vai ser um bom defesa-esquerdo.

R – Mas tem noção que nos próximos tempos os adeptos do Benfica vão lembrar-se sempre do Fábio Coentrão e que qualquer jogador que jogue naquela posição vai ter o peso de ser o seu sucessor?

FC – Até pode ser que daqui a uns anos o Benfica conte de novo comigo e eu esteja lá de novo...

Fonte: Record

publicado por Benfica 73 às 20:28

Dezembro 26 2011

R – Jorge Jesus tem capacidade para treinar em Espanha, por exemplo no At. Madrid?

FC – Sem dúvida que Jorge Jesus tem capacidade para treinar na Liga espanhola.

R – Não deixaria de ser curioso um reencontro, mas como adversários e em clubes rivais. Já alguma vez pensou nisso?

FC – Ainda não. Mas seria uma situação normal, que já vivi. Reencontrei técnicos que me orientaram e por quem tenho um grande carinho. Um deles é o João Eusébio, que agora está no Trofense mas que só por manifesta falta de sorte não está num patamar superior, porque tem uma qualidade muito grande. Esses reencontros fazem parte do futebol. É a vida, cada um segue o seu percurso.

Fonte: Record

publicado por Benfica 73 às 17:39

Dezembro 26 2011

Record – A sua saída do Benfica acabou por ser uma das grandes novelas do defeso. Afinal, quem apresentou ofertas formais e porquê a opção pelo Real Madrid?

Fábio Coentrão – A verdade é que tive outras propostas concretas, como todos sabem. Tinha meia Europa atrás de mim nessa altura. Mas como também afirmei, a minha vontade era ficar no Benfica. Cheguei a falar com a minha esposa sobre isso, como é natural nessas alturas e dizia-lhe que queria permanecer lá. Ela concordou comigo, até porque ambos gostávamos de estar em Lisboa, onde éramos bem tratados por todos, por pessoas fantásticas, únicas. Gostava muito de ficar lá, já que o Real Madrid também nunca tinha aparecido com uma oferta em cima da mesa. Entre todos os outros clubes interessados e o Benfica, preferi sempre ficar, mas quando surgiu o Real tudo mudou. Qualquer jogador sonha chegar ao topo do futebol Mundial, eu não fujo à regra. Não estou com isto a minimizar o Benfica que é um clube muito bom, mas o Real Madrid está num patamar muito superior.

R – Portanto, pode dizer-se que cumpriu um sonho?

FC – Exatamente, sem qualquer dúvida.

R – E, volvidos alguns meses, continua a achar que tomou a decisão mais correta, mesmo que as coisas não estejam a correr como desejaria?

FC – Claro que sim. Vir para o Real Madrid não foi uma opção correta, mas sim corretíssima.

Fonte: Record

publicado por Benfica 73 às 12:19

Dezembro 20 2011

Sempre que Fábio Coentrão festeja as vitórias o seu pensamento voa até às mulheres da sua vida. “São sempre dedicadas à minha filha e à Andreia”, revela o jogador do Real Madrid, de 23 anos. “Elas são os meus pilares”, reforça o internacional português em entrevista à revista “VIP”.

Na sua casa no condomínio de luxo em La Finca, Madrid, e ao lado da mulher, Andreia Santos, de 27 anos, e de Vitória, de um ano e cinco meses, o craque perde-se em elogios às suas duas maiores fãs. “Elas dão cor aos meus dias”, disse, revelando que está nos planos do casal aumentar a família. Para já, os três vão passar o Natal em Vila do Conde e, em breve, vão abrir uma clínica especializada em terapia da fala. “É um sonho que queremos muito realizar, será o nosso futuro, para passarmos o nosso tempo quando acabar o futebol”, explica Coentrão, um homem “humilde e amigo”, define Andreia. Já Coentrão destaca a calma e a paciência da mulher.

Fonte: Record

publicado por Benfica 73 às 02:25

Outubro 13 2011

Fábio Coentrão, internacional português do Real Madrid, foi entrevistado pelo canal televisivo do clube. O programa, denominadoRealCoentrão, incidiu nos aspectos mais pessoais da vida do antigo jogador do Benfica, que não se furtou a nenhuma questão.

O programa arrancou ao som de “Beautiful Lie”, de Keemo, um tema escolhido pelo português, que aproveitou o arranque das questões para assumir as suas lacunas: “É uma canção que me agrada muito e muito gira. Olhe, eu não falo muito bem espanhol, mas vou esforçar-me…”

Quanto à sua personalidade, poucas dúvidas: “Sou uma pessoa tímida e que não fala muito, gosto de estar no meu canto. Simplesmente prefiro ficar no meu cantinho em várias ocasiões.”

Mas em Valdebebas, centro de treinos do Real, tudo muda e há um Coentrão mais brincalhão: “Quando chegamos a um clube e não conhecemos ninguém é normal estar mais calado, mas depois de algum tempo deixo-me abrir e falo mais. Gosto de rir muito com os companheiros.”

Um dos traços característicos de Coentrão é a sua humildade. E é o próprio quem o reitera: “Sim, a minha humildade sempre me fez chegar longe no futebol. Acho que para u m jogador, uma das coisas importantes é ser humilde e esse é um factor importante para mim.”

Nascido e criado em Caxinas, perto de Vila do Conde, o lateral merengue não tem dúvidas de que é mesmo esse local o seu pedacinho de céu e local inevitável para a “reforma”: “É o local onde nasci, onde vivi muito tempo e para onde quero regressar quando terminar a minha carreira, porque me sinto muito bem lá.”

“O meu pai era pescador e se não fosse futebolista era pescador. Felizmente tive a oportunidade de ser jogador de futebol e estou muito feliz por tudo o que me aconteceu no mundo do futebol. Lembro-me que a minha mãe trabalhava na fábrica de conservas e eu ia com ela. Passava lá as manhãs todas, ao lado dela, porque não podia ficar noutro local, numa escola ou num colégio”, disse.

Tive uma infância difícil. Nunca passei fome, mas sempre existiram dificuldades, normais tendo em conta a vida dos pescadores. Aliás, o meu pai foi viver para o Canadá para conseguir mais dinheiro e só depois de casar com a minha mãe conseguiu ter mais condições para mim e para os meus dois irmãos”, recordou depois.

Mas apesar das dificuldades o caminho rumo ao sucesso começou a ser traçado: “O meu sonho sempre foi jogar futebol. A minha mãe conta que me deitava e acordava sempre com uma bola, que não deixava ninguém mexer… Depois trabalhei muito e consegui ser mesmo jogador de futebol, mas aos 13 anos fui padeiro, depois fui pintor, trabalhei nas obras e depois dediquei-me inteiramente ao futebol.”

A conversa incidiu depois nos conselhos que um dia dará aos seus filhos, quando estes forem adultos: "Vou explicar que a vida não é fácil, explicando como nasci e como vivi, de modo a que ela tenha atenção e respeito por todos."

Em Caxinas, Coentrão jogava num campo perto de casa, mas o epíteto de "Figo das Caxinas"levou-o a treinar no Rio Ave, onde mais tarde se tornou referência.

"Gostava muito de ver Figo a jogar e por isso ganhei essa alcunha nessa altura da minha vida. Depois cresci e acabei por criar o meu próprio nome. Se não fosse o Rio Ave não teria sido nada do que agora sou", explicou.

E quando estava ao serviço dos homens de Vila do Conde, passou em... Stamford Bridge: "Treinei no Chelsea, as coisas correram bem e o Mourinho falou comigo, mas ele depois saiu e eu voltei ao Rio Ave."

A seguir, tempo de seguir para o Benfica: "As coisas não correram bem e fui emprestado ao Nacional. Depois segui para o Saragoça, mas foram seis meses muito complicados e tristes. Mas depois voltei ao Rio Ave e a seguir fui para o Benfica e a partir daí tudo correu bem na minha vida."

E da Luz para Madrid foi um ápice: "Existiam muitos clubes interessados em mim, mas disse claramente ao meu representante que apenas queria ir para o Real Madrid. Era o melhor para mim naquela altura. Ou ia para o Real ou ficava no Benfica. Depois de assinar fiquei muito feliz, o melhor clube do Mundo."

família é a base de tudo e Fábio Coentrão dedica-lhe todo o tempo disponível: "A minha filha é a melhor coisa que me aconteceu na vida e é com ela e com a minha mulher que tento passar todo o tempo que tenho. E vivo perto do Cristiano Ronaldo. De vez em quando vou lá pedir coisas, se ele não abre a porta salto o muro..."

Quanto a Mourinho, rasgados elogios: "Mourinho foi-me buscar ao Benfica e devo-lhe isso - a confiança que depositou em mim. Ele é o melhor, ganha tudo e de facto é especial. Ninguém duvida que ele é mesmo o melhor treinador do Mundo. Porquê? Não sei, nunca ouvi nenhum jogador falar mal dele, nunca o vi envolvido em problemas de balneário. Ele sabe falar com os jogadores e é uma pessoa fantástica."

Quanto ao futuro, poucas dúvidas: "Quero continuar a trabalhar e corresponder à confiança que o Real Madrid depositou em mim. Quero ajudar em tudo, até posso jogar a guarda-redes se for preciso. Ajudar o Real é o pensamento que está na cabeça de todos."

No plantel merengue há muitos companheiros e amigos a sério: "Ronaldo é uma pessoa muito importante para mim, tal como o Pepe, Marcelo, Casillas... No fundo todos são grandes amigos, mas Cristiano, Pepe e Marcelo são muito importantes para mim no grupo."

Fonte: Record

publicado por Benfica 73 às 21:57

Outubro 09 2011

Momento de descontracção no treino do Real Madrid, José Mourinho em conversa animada com o plantel, acabado de regressar de folgas. E, no meio, uma troca de palavras com Coentrão, com calão à mistura, lembrando ao esquerdino os tempos que passava na Luz. Aí não te davam três dias de folga, diz o treinador. Só que por outras palavras...
Para ouvir com atenção...

Fonte: A Bola

publicado por Benfica 73 às 09:48

Setembro 23 2011

Fábio Coentrão trocou o Benfica pelo Real Madrid, mas continua a falar como se ainda tivesse a águia ao peito. Aliás, em mensagem aos adeptos, usa a expressão «quando vencemos», recorrendo à primeira pessoa do plural para falar do plantel das águias. 

Na véspera do FC Porto-Benfica, o lateral-esquerdo da Selecção Portuguesa partilhou com A BOLA as suas impressões sobre os primeiros passos dos encarnados em 2010/2011. E o que viu deixa-o animado, para o resto do ano e para a partida desta noite. 

«O Benfica tem estado muito bem: boas exibições, bons resultados e vitórias. Isso é muito importante no início da época. A equipa já atingiu um nível bom, mas acredito que ainda vai melhorar», afirma, identificando a equipa de Jorge Jesus como a grande candidata ao título e favorita para o clássico desta noite: «Claro que também é o coração a falar. Já disse que o Benfica ia ganhar por 4-0, mas por tratar-se do Benfica... Se fossem outras equipas com as quais não tenho ligação talvez arriscasse um resultado diferente. Continuo a desejar que o Benfica vença e é mais fácil falar com o coração do que com a razão.»

Mas Coentrão faz um esforço. E olha para o esperado duelo entre Emerson e Hulk com a isenção possível. Para dizer, com a vantagem da experiência, que o extremo portista só é super-herói no nome... «O Hulk é um jogador de grande qualidade, sem dúvida, mas não é impossível marcá-lo, como algumas pessoas dizem. O Emerson é bom jogador, já teve oportunidade de o demonstrar, está a adaptar-se bem. Vai ter de conseguir marcá-lo e acredito que isso acontecerá», elogia, satisfeito com a crítica que afirma que o brasileiro tem atenuado a sua partida para Madrid: «Fico muito feliz se considerarem que está a ser um bom substituto.»

Fonte: A Bola

publicado por Benfica 73 às 08:35

Setembro 22 2011

Quatro golos. Fábio Coentrão diz quatro. Sem hesitar. Mais do que isso: vão ser quatro sem resposta. Portanto, vitória no Dragão sem espinhas. "O Benfica vai ganhar por 4-0", disse ontem Fábio Coentrão a O JOGO, por telefone, ele mesmo, jogador que encheu os cofres do Benfica este Verão, com a sua transferência para o Real Madrid. Quanto aos marcadores dos golos, o lateral-esquerdo já não quis arriscar. Riu-se quando a pergunta surgiu e percebeu-se não querer individualizar, preferindo valorizar a equipa e a vitória colectiva. "O que aconteceu na época passada foi um acidente. Não volta a acontecer. Estou convencido disso", declarou o lateral-esquerdo, referindo-se naturalmente à pesada derrota por 0-5, no Estádio do Dragão, em Novembro. Em matéria de confrontos entre Benfica e FC Porto, a temporada transacta não foi muito feliz para os encarnados. Em cinco encontros, as águias apenas ganharam um, para a Taça de Portugal, curiosamente uma partida em que Fábio Coentrão marcou um golo e foi expulso. Aliás, o internacional português alinhou em todos os clássicos com os azuis e brancos. Mesmo em Madrid - está lesionado e, por isso, ontem não jogou pelo Real Madrid contra o Racing Santander (0-0) - Fábio Coentrão não perde uma partida do Benfica. "Só mesmo se não puder ver", diz o jogador que planeia amanhã ver o clássico tranquilamente em casa, com a família, pela televisão. Portanto, nada combinado com Di María, actual companheiro que também foi benfiquista. "Gosto de ficar a ver sozinho. Prefiro", justificou o internacional português que, apesar de ser um homem do Norte, é o Benfica que tem no coração. E Fábio Coentrão tem grandes expectativas em relação ao Benfica esta temporada. "Fiquei espantado com a forma como o Benfica jogou nas últimas partidas. Está muito forte e, na verdade, ainda espero muito mais do Benfica este ano", comentou. "Os que entraram de novo são muito bons jogadores e já estão a começar a afirmar-se depois do período de adaptação que é natural e necessário. Eles já estão a mostrar que os responsáveis do clube souberam reforçar o plantel muito bem. Quem está lá, está a cumprir", continuou. "Se acho que já fui esquecido? Ah... Isso não acredito. Não vou ser esquecido pelos adeptos, assim como o Benfica estará sempre no meu coração", declarou. Coentrão recusou-se a falar da preparação que Jorge Jesus fazia para clássicos como o de amanhã, no sentido de motivar os jogadores. "Isso é entre os jogadores e o mister. O que se passa no balneário fica lá. Mas quem quer jogar no Benfica, tem de ter igual motivação em todos os jogos", afirmou, no que pode ser considerado um alerta para os recém-chegados ao clube.

Fonte: O Jogo

publicado por Benfica 73 às 21:12

BENFICA 73
Janeiro 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30
31


comentários recentes
O apoio financeiro a indivíduosOlá,Você está preso...
Get a Loan Today At 3% Interest Rate, contact us a...
Boa tarde,Gostaríamos de dar a conhecer o novo sit...
Boa tarde,Será possivel obter o contato do adminis...
A nível de centrais, apesar dos 2 jovens da equipa...
Caro Benfica73, Rebocho é lateral esquerdo de raiz...
Eu aceitava nos seguintes termos, um milhão à cabe...
Esta gentinha que se governa do futebol, fala de m...
E qual é o valor da cláusula? Parece que o PC está...
Incrível como o site notíciasaominuto não sabe que...
Não terão começado já a tentar desestabilizar o Be...
Apesar de tudo e contra tudo e contra todos (ontem...
O Benfica tem uma estrutura psicológica muito fort...
ATENÇÃO, MUITA ATENÇÃOVISTO NA NETE DEVE SER LIDO ...
OS PRÓPRIOS SPORTINGUISTAS LÚCIDOSE NÃO CARNEIROS ...
ACHO QUE MERECE JÁ UM POST, EM TODOS OS BLOGUES BE...
Com tal tirada sobre a falta de 'carácter', o padr...
Tanto quanto narra a história a Cinderela saiu ven...
Fosse eu a tratar deste assunto e se este está a d...
Semeaste muitos ventos ó nalguinhas! Agora, aguent...

contador visitante