Novembro 26 2014

Jorge Jesus antecipou, em conferência de Imprensa, a titularidade de Júlio César no encontro com o Zenit. Quanto a Maxi Pereira e Lima, não deu como certa a inclusão dos dois jogadores no onze que vai iniciar o jogo no Estádio Petrovsky.

«O facto de o Júlio César estar no lançamento do jogo não lhe dá a titularidade. Nem a ele nem a outro jogador. Mas ele vai jogar amanhã [quarta-feira]», anunciou, pronunciando-se em seguida sobre a situação do lateral uruguaio e do avançado brasileiro.

«O Lima tem-se treinado com algumas limitações nos últimos dias. Não posso ter a certeza em relação a nenhum dos dois, mas não tenho dúvidas de que vão estar entre os 18 convocados», afiançou.

Fonte: A Bola

publicado por Benfica 73 às 10:48

Novembro 25 2014

André Almeida perfila-se como o principal candidato a vigiar Hulk no encontro com o Zenit, em São Petersburgo, avança A BOLA na edição desta terça-feira.
Sem poder contar com Eliseu, lesionado, Jorge Jesus deve confiar ao português, de 24 anos, a difícil missão de marcar o possante avançado brasileiro no Estádio Petrovsky.
Loris Benito foi o único lateral-esquerdo de raiz que viajou para a Rússia.

Fonte: A Bola

publicado por Benfica 73 às 12:15

Novembro 25 2014

Samaris, Salvio e Enzo Pérez, médios que deverão ser titulares no jogo com o Zenit, vão estar em risco de exclusão no Estádio Petrovzky.
Caso sejam admoestados com mais um cartão amarelo, ficam afastados da receção ao Bayer Leverkusen, referente à 6.ª e última jornada do Grupo C da Liga dos Campeões.

Fonte: A Bola

publicado por Benfica 73 às 10:53

Novembro 23 2014

benficamoreirenseLUSA322214546.jpg

 

Festa da Taça de regresso à Luz. As equipas do Sport Lisboa e Benfica e do Moreirense voltaram a pisar o relvado da Catedral em 2014/15, isto depois de já o terem feito para a Liga portuguesa (triunfo das “águias”, na altura, por 3-1). Desta feita, triunfo bem mais confortável por 4-1. 

Antes do espectáculo ter início, um minuto de silêncio em memória de dois vultos do Clube recentemente falecidos, José Luís Vaz e Asterónimo Araújo. Inspirados, os futebolistas do Benfica entraram praticamente a vencer com golo aos três minutos. Deambulação de Salvio da direita para o meio, assistiu Jonas que, de primeira, atirou sem hipóteses para Marafona.

 

A Taça de Portugal é mesmo talismã para o brasileiro. Jogada rápida do Benfica, Gaitán, pela esquerda, deixou para Jonas que, com trabalho sublime dentro da área, tirou o marcador directo da frente e bisou (7’). A equipa da casa jogava uma mudança acima do adversário e exemplo disso foi a jogada aos 15 minutos, em que Jonas rompeu, deixou para Derley que rematou de forma acrobática para defesa apertada de Marafona. Mais rápido sobre a bola, Salvio obrigou a defensiva minhota a afastar pela linha final.

O Moreirense nada conseguia fazer para travar as investidas Benfiquistas e o 3-0 surgiu de forma natural aos 22 minutos. Salvio iniciou e finalizou a jogada. De permeio beneficiou de um mau corte da defensiva adversária. Resposta pronta dos comandados por Miguel Leal. Livre marcado para a área e Rámon Cardozo reduziu de cabeça aos 26’.

 

Daqui até ao apito do árbitro Jorge Tavares para o intervalo, o Benfica permitiu mais espaço ao Moreirense que aproveitou

para se acercar com maior assertividade da área Benfiquista. Porém, o 3-1 ao intervalo era inteiramente justo.

Numa extensão da parte final da primeira parte, o Moreirense entrou atrevido e aos 46’, Arsénio obriga Júlio César a aplicar-se. Resposta pronta do Benfica aos 48 minutos. Salvio conduziu um contra-ataque, entregou a Jonas que centrou para remate de Salvio. Marafona defendeu.

A magia voltou à Luz aos 57 minutos. Combinação entre Derley e Salvio com este último a bisar e a fixar o resultado em 4-1. Referência para o passe de calcanhar (mais um) do camisola 9 para o argentino. A vencer por 4-1, o Benfica geriu com posse, pautou o ritmo a seu bel-prazer com a Liga dos Campeões no horizonte, mas aos 82 minutos, Jonas, após passe de Benito, poderia ter feito o “hat-trick”.

Com esta vitória, o Benfica marca presença nos oitavos-de-final da Taça de Portugal e pode continuar a defender o troféu.

O Sport Lisboa e Benfica alinhou com o seguinte onze: Júlio César; André Almeida, Luisão, Jardel, Benito; Cristante, Enzo Perez (Samaris, 63’), Salvio (Talisca, 60’), Gaitán (Ola John, 45’), Jonas e Derley.

Fonte: SLB

Fotos Aqui

Ficha de Jogo Aqui

publicado por Benfica 73 às 13:01

Novembro 20 2014

Agustin Jimenz irá em breve viajar até Lisboa para conversar com Benfica sobre a renovação do contrato do extremo argentino Salvio, visto que existe interesse das duas partes, segundo escreve A BOLA.
Embora Salvio esteja ligado ao clube encarnado até 2017, o Benfica pretende prolongar a continuidade do argentino no emblema.
O campeão nacional estará disposto a melhorar as condições financeiras e baixar a elevada cláusula de rescisão, que atinge os 60 milhões de euros.

Fonte: A Bola

publicado por Benfica 73 às 10:35

Novembro 18 2014

As dúvidas suscitadas pelo presidente do Bayern a propósito do número de sócios do Benfica já mereceram uma tomada de posição por parte do clube da Luz.
João Gabriel, diretor de comunicação dos encarnados, citado pelo site do clube, constatou que «é sempre difícil aceitar o facto de um País como Portugal, com 10 milhões de habitantes, contar com o clube com maior número de sócios do Mundo».
«Mas os números são o que são. E são reais. Em 2015 – por obrigação estatuária – haverá renumeração e aí cabe aos sócios manter este título», referiu.
As declarações de João Gabriel são acompanhadas do ranking dos clubes com o maior número de sócios divulgado em fevereiro pela revista The Weekly, da FIFA.
Ranking:
1. SL Benfica, 235,000
2. Bayern, 223,985
3. Barcelona, 177,246
4. Manchester United, 151,079
5. Arsenal, 130,000
6. Schalke, 119,040
7. Juventus, 111,100
8. Inter de Milão, 110,000
9. Internacional de Porto Alegre, 100,135
10. Boca Juniors, 100,000
11. Borussia Dortmund, 95,000

Fonte: A Bola

publicado por Benfica 73 às 10:30

Novembro 14 2014

O Benfica anunciou esta quinta-feira, na página oficial do clube na rede social Facebook, a renovação do contrato de André Almeida até 30 de junho de 2019.
O anterior vínculo do polivalente jogador era válido até 2018.

André Almeida, 24 anos, ingressou no Benfica em 2011/2012, proveniente do Belenenses.
Cedido ao UD Leiria na primeira temporada, regressou à Luz no verão de 2012 e não mais saiu.

«Agradeço a confiança que os responsáveis do Benfica depositam em mim. Tudo farei para corresponder às expectativas e ajudar o clube que sempre acreditou em mim», afirmou o jogador, em declarações à pagina oficial das águias no Facebook.

Fonte: A Bola

publicado por Benfica 73 às 10:58

Novembro 13 2014

Maxi Pereira está a pouco meses de tornar-se um jogador livre. O uruguaio termina contrato com o Benfica no final da presente temporada e pode assinar por outro clube a partir de janeiro.

Segundo o jornal A BOLA, o lateral-direito está disposto a prorrogar a ligação ao clube da Luz e o fator financeiro não será um problema incontornável.

Porém, face à inexistência de negociações, o futuro do jogador de 30 anos, está a ser acautelado pelo agente Paco Casal para o caso de o Benfica não avançar atempadamente para a renovação.

Fonte: A Bola

publicado por Benfica 73 às 10:57

Novembro 12 2014

Eduardo Salvio deve ser o próximo jogador a assinar um novo contrato com o Benfica, seguindo o exemplo de Nico Gaitán.
Segundo A BOLA, o extremo argentino, de 24 anos, está perto de prolongar a ligação ao clube da Luz até 2019.
O vínculo em vigor expira em 2017.

Fonte: A Bola

publicado por Benfica 73 às 12:17

Novembro 12 2014

A SAD do Benfica enviou um comunicado À Comissão do Mercado dos Valores Mobiliários (CMVM) a esclarecer que as ações da sociedade que pertenciam ao Banco Espírito Santo (BES) passaram automaticamente para o Novo Banco, que detém 7.97 por cento do capital social da SAD do clube.

Comunicado:
«A Sport Lisboa e Benfica – Futebol, SAD, nos termos e para o efeito do disposto no artigo 17º do Código dos Valores Mobiliários e no artigo 2º do Regulamento da Comissão de Mercados de Valores Mobiliários nº 5/2008, informa que recebeu o seguinte comunicado do Novo Banco:

“Nos termos e para os efeitos do disposto nos artigos 16.º e 20.º do Código dos Valores Mobiliários e do artigo 2.º do Regulamento 5/2008 da CMVM, o Novo Banco, S.A. ("Novo Banco") informa que a participação qualificada na Sport Lisboa e Benfica – Futebol, SAD anteriormente detida ou imputável ao Banco Espírito Santo, S.A. ("BES"), passou a ser detida ou imputável ao Novo Banco em virtude da medida de resolução adotada pelo Banco de Portugal ao BES em 3 de agosto de 2014, na sequência da qual os ativos, passivos, elementos extrapatrimoniais e ativos sob gestão do BES foram automaticamente transferidos para o Novo Banco:

Nº Ações
Ações detidas por sociedades em relação de domínio ou de grupo com o Novo Banco, S.A. 0

Ações detidas pelo Novo Banco, S.A. 1.832.530

Ações detidas por dirigentes e elementos dos Órgãos Sociais 0

TOTAL 1.832.530

Na sequência da transferência destas participações, a 3 de agosto de 2014, eram imputadas ao Novo Banco 1.832.530 ações representativas de 7,97% dos direitos de voto do capital social da Sport Lisboa e Benfica – Futebol, SAD.

Em 31 de outubro de 2014, o número de ações imputadas ao Novo Banco mantém-se em 1.832.530 ações representativas de 7,97% dos direitos de voto do capital social da Sport Lisboa e Benfica – Futebol, SAD.”

O Conselho de Administração
11 de Novembro»

Fonte: A Bola

publicado por Benfica 73 às 12:15

Novembro 11 2014

O extremo argentino Nicolas Gaitán agradeceu o apoio que a equipa recebeu na Madeira para vencer o Nacional (2-1), em jogo da 10.ª jornada da Liga portuguesa.
«O Benfica é gigante! Obrigado a todos os adeptos do Benfica que nos apoiaram ontem na Madeira. Carrega Benfica!», escreveu Gaitán na página oficial da equipa na rede social «Facebook».
O extremo argentino renovou esta segunda-feira pelo Benfica até 2018.

Fonte: A Bola

publicado por Benfica 73 às 11:22

Novembro 10 2014

O SL Benfica venceu, nesta tarde de domingo, o Nacional da madeira, na Choupana, em encontro da 10.ª jornada da I Liga. Entrou praticamente a perder mas Salvio e Jonas operaram a reviravolta no Funchal.

Começaram cedo as emoções no Funchal. Ainda não estava completo o primeiro minuto de jogo, quando Edgar Abreu abriu as contas na Choupana. Um golo madrugador que apanhou desprevenida a equipa liderada por Jorge Jesus – que conquistou esta tarde a vitória 200 nas principais competições nacionais e internacionais de “aguia ao peito”.

 

Com a lotação praticamente esgotada, com cerca de cinco mil adeptos no estádio – na grande maioria vestidos de vermelho e branco – o Benfica não tardou em responder. Aos 6’, Salvio igualou o marcador e somou o seu quarto golo na Primeira Liga depois de um lance nascido de um cruzamento de Gaitán. Seis minutos jogados e dois golos marcados.

Aos 18’, ameaça de Jonas. Ameaçou aos 18 e um minuto depois fez a reviravolta no marcador. Na sequência de um canto batido por Gaitán na esquerda, Luisão ainda tentou o primeiro toque para a baliza, mas acabou por ser o avançado brasileiro a bater o guarda-redes Rui Silva. Um resultado (1-2) com que as equipas recolheram aos balneários.

Com um Benfica a dominar o início da segunda metade, assistiu-se a uma segunda parte bem diferente da primeira, com muito menos intensidade e mais equilíbrio. Apesar das oportunidades, os golos não apareceram.

Com este resultado, os “encarnados” mantêm-se na liderança da tabela classificativa, agora com 25 pontos – 8 vitórias, um empate e uma derrota.

 

Jorge Jesus fez alinhar o seguinte onze inicial: Júlio César, Maxi Pereira, Luisão, Jardel e André Almeida; Enzo Perez, Salvio, Gaitán e Talisca (74’ Derley); Jonas (84’ Pizzi) e Lima (56’ Samaris).

As duas próximas semana são de paragem para compromissos das selecções nacionais. Só no próximo dia 22, o SL Benfica volta a casa, com a recepção ao Moreirense, nos 16 avos-de-final da Taça de Portugal. Quatro dias depois (26 de Novembro) há Liga Milionária. Os “encarnados” deslocam-se a São Petersburgo para enfrentar o Zenit, na 5.ª jornada da Fase de Grupos do Grupo C da Liga dos Campeões.

Dia 30 é tempo de voltar aos jogos do Campeonato. É em Coimbra, em casa da Académica, que se joga a 11.ª jornada da Primeira Liga, marcada para as 18 horas.

Fonte: SLB

Fotos Aqui

Ficha de Jogo Aqui

 

publicado por Benfica 73 às 09:43

Novembro 05 2014

10655378_10154791065875716_8365026635576405528_o.j

A equipa principal de Futebol do Sport Lisboa e Benfica disputou, na noite desta terça-feira, a 4.ª ronda do Grupo C da Liga dos Campeões. Vitória por 1-0, golo de Talisca e tudo em aberto para o que falta na Fase de Grupos da Liga dos Campeões.

Na Luz, a noite fria foi colmatada por uma entrada quente e prometedora da formação da casa. Em cinco minutos, duas oportunidades que vaticinavam algo de bom. Aos três, Gaitán testou a atenção de Subasic após boa iniciativa individual e no minuto seguinte foi a vez de Salvio, servido por Talisca numa transição rápida – como o Benfica gosta de jogar –, rematar cruzado mas ao lado.

 

A esperança crescia nas bancadas mas não foi acompanhada por golos. Depois de 20 minutos muito positivos por parte das “águias”, o adversário cresceu no terreno, subiu as linhas e colocou Júlio César e o sector defensivo em sentido. Prova disso foi o cruzamento “venenoso” aos 23 minutos que o guardião brasileiro sacudiu com mestria.

O Benfica sentia dificuldades a sair a jogar com a bola dominada, como gosta de fazer, fruto de um “miolo” monegasco que tinha vantagem numérica. Apercebendo-se desse facto, Leonardo Jardim encetou uma pressão alta a toda a largura do terreno, com o Benfica, aqui e ali, a sacudir através das alas (Gaitán e Salvio estavam muito em jogo).

 

Muito perto do intervalo, aos 45’, Gaitán trabalhou bem na área e rematou com Subasic já batido. O

desvio do esférico nas pernas de Raggi negou um golo certo. No recomeço, o Mónaco entrou melhor e Júlio César confirmou as credenciais de um dos melhores do Mundo. Kurzawa, aos 49’, cabeceou perto, respondeu o Benfica aos 52’ com remate de Talisca para estirada de Subasic.

Entre os 57 e 59 minutos, os monegascos obrigaram Júlio César a brilhar através dos disparos de Traoré e de Ferreira-Carrasco. A equipa da casa respondia. Lima, recém-entrado, na área, rematou com perigo. À passagem do minuto 73, o árbitro teve um lapso ao cortar a lei da vantagem do Benfica num contra-ataque em que tinha superioridade numérica. Nunca se sabe o que poderia sair daqui… Dois minutos depois nova má decisão após marcar pontapé de baliza num lance em que era canto para os da Luz. Destaque para a jogada estudada que antecedeu o lance com Lima a estar perto de ser feliz.

O Benfica crescia no jogo, os Benfiquistas percebiam o esforço da equipa e correspondiam com apoio incansável vindo das bancadas. O “frisson” na área antevia algo de bom e foi isso mesmo que aconteceu! Pontapé de canto, desvio e Talisca, ao segundo poste, a levar ao júbilo as hostes “encarnadas”.

A vantagem no marcador ficou segura até ao apito final e as “águias” passam a somar quatro pontos na classificação.

O Sport Lisboa e Benfica iniciou a partida com Júlio César; Maxi Pereira, Luisão, Jardel e André Almeida; Samaris (Lima, 62’), Gaitán (Tiago, 90’), Salvio, Enzo Perez e Talisca; Derley (Cristante, 86’).

Fonte: SLB

Fotos:https://www.facebook.com/SportLisboaBenfica/photos/a.10154791064810716.1073742111.212504785715/10154791065985716/?type=1&theater

Veja aqui a ficha do jogo

publicado por Benfica 73 às 09:55

Novembro 03 2014

 Boas notícias para Jorge Jesus em vésperas da receção ao Mónaco. Gaitán e Jardel treinaram-se integrados no restante plantel, dando a entender que estarão aptos para a partida referente à quarta jornada da fase de grupos da Liga dos Campeões.

Numa sessão marcada pela boa disposição, com Jorge Jesus a distribuir cumprimentos pelos jornalistas, apenas Eliseu não marcou presença no relvado, a recuperar de fratura no quinto metatarso do pé esquerdo.

Lesionados estão também Fejsa, Rúben Amorim, Ola John e Sílvio, mas estes estiveram esta manhã no relvado, ainda que apenas para fazer corrida.

Na agenda do dia está ainda a conferência de Imprensa habitual em vésperas de jogos, marcada para as 18.30 horas, no Estádio da Luz, com Jorge Jesus e um jogador.

Fonte: A Bola

publicado por Benfica 73 às 11:07

Novembro 01 2014

O Sport Lisboa e Benfica regressou às vitórias na I Liga esta noite de sexta-feira, após vencer o Rio Ave, na Catedral, no desafio inaugural da 9.ª jornada da prova. Talisca, com mais um golaço, fez o tento da vitória. Três pontos preciosos – justos - que mantêm os “encarnados” na liderança isolada do Campeonato Nacional.

19h45, cerca de meia casa no Estádio da Luz, ambiente espectacular e fervoroso nas bancadas em noite de festejos relativos ao 11.º Aniversário da Catedral, assinalados no dia 25 de Outubro.

Depois do desaire do último fim-de-semana na Pedreira, era necessária uma resposta digna do Campeão e essa resposta veio logo no onze inicial, com Jorge Jesus – também face a algumas lesões – a montar um esquema ambicioso e claramente de ataque aos três desejados pontos.

Primeiro quarto de hora interessante, com um desafio rasgadinho e intenso a animar ainda mais as bancadas da Catedral.

Lima, aos 15’, remata para grande defesa de Cássio; um minuto depois, Enzo Perez testou novamente os reflexos do guardião adversário; aos 24’, Lisandro López cabeceou para golo… mas o brasileiro disse novamente não!

Estava dado o mote e o SL Benfica começava a mandar no jogo e a dar claros sinais de superioridade… faltava o golo.

Aos 35’, resposta do Rio Ave, com Júlio César (mero espectador nos primeiros 45’) a dizer presente a um bom remate de Wakaso.

Antes do apito para o descanso, Talisca, Lima e Jonas tentaram a sorte, mas o esférico teimava em não entrar! Tudo a zeros.

Gaitán mexeu com o jogo… Talisca resolveu!

Reatar do desafio, Samaris ficou no balneário, Gaitán entrou para dar ainda mais velocidade e argumentos.

E mais, muito mais Benfica em campo! Aos 59’, finalmente, o inevitável e que há muito se adivinhava! Belíssima jogada do

colectivo e Talisca, o médio melhor marcador da I Liga, rematou de longe para mais um golaço, a fazer o 1-0 e a dar justiça ao marcador.

Desbloqueado o resultado, grande partida de Futebol, mais jogada com o coração do que com a cabeça, com os homens de Pedro Martins a reagirem, face a um Benfica a puxar dos galões de Campeão e a controlar até ao apito final.

Nota para uma grande penalidade não assinalada a favor do SL Benfica, na sequência de um braço na bola de Tarantini já no coração da pequena área. Manuel Mota nada assinalou!

Com este resultado, o Glorioso soma mais três pontos e mantém-se na liderança isolada do Campeonato Nacional... e que bem que ela nos fica!

Na próxima terça-feira, o Sport Lisboa e Benfica focaliza atenções na Liga dos Campeões, com a Catedral a receber o Mónaco, em desafio agendado para as 19h45, relativo à 4.ª jornada da prova…. E onde só a vitória interessa para o sonho se manter vivo!

O Campeonato Nacional regressa no domingo, dia 9 de Novembro, com os “encarnados” a viajarem até à Pérola do Atlântico onde, na velhinha Choupana, terão pela frente o Nacional. Este desafio, agendado para as 16h00, é relativo à 10.ª ronda da competição.

O Sport Lisboa e Benfica alinhou de início com Júlio César; Maxi Pereira, Lisandro López, Luisão e André Almeida; Samaris (Gaitán, 45’), Salvio, Enzo Perez e Talisca; Lima (Pizzi, 75’) e Jonas (Derley, 88').

Fonte: SLB

Fotos:https://www.facebook.com/SportLisboaBenfica/photos/a.10154775197780716.1073742107.212504785715/10154775204985716/?type=1&theater

Ficha de Jogo: http://www.abola.pt/jogodireto/ficha.aspx?id=191600

publicado por Benfica 73 às 10:32

Outubro 24 2014

A cumprir a 12.ª temporada de águia ao peito, Luisão garante que está de pedra e cal no Benfica. Quer retribuir e deixar legado. Palavras do capitão que projetam final de carreira na Luz.

«A cada jogo sinto aquele arrepio do que é ser benfiquista. Os adeptos falam da mística e o Benfica é a minha casa, a minha família. É muito tempo no clube, é uma segunda pele», disse numa entrevista transmitida pela Benfica TV, onde acrescentou: «As comemorações aqui são diferentes. Ficamos muito felizes porque a luta é muito grande para podermos viver esses momentos. O projeto para a minha carreira é continuar no Benfica.»

«Esta é a minha 12.ª temporada no Benfica. No futebol de hoje, é comum um jogador ficar algum tempo num clube e sair, mas encontrei aqui um projeto muito bom. É uma satisfação contrariar aquilo que, hoje em dia, a maior parte dos jogadores faz. Tenho uma gratidão imensa para com o Benfica. Sei da importância que o clube me deu ao longo dos anos – e ainda dá – , valoriza-me», prosseguiu o defesa-central 33 anos, que quer deixar a marca no clube:

«Gostaria que os meninos que estão a começar uma carreira tenham o Luisão como referência de um profissional que honrou o clube. Quando cheguei falava-se do Valdo, Ricardo Gomes, Mozer, e depois da minha geração chegou Ramires, David Luiz, tantos outros jogadores. Os brasileiros que passam por aqui deixam sempre boa impressão e isso é importante.»

Este ano, Talisca é o brasileiro em destaque: «O Benfica está aberto aos brasileiros, é um clube que dá oportunidades e nós damos o nosso contributo. Os jogadores que chegam são sempre bem recebidos. Talisca chegou agora e está a ter muito sucesso. É um menino muito simples, quer aprender e ficamos felizes por já estar tão solto e a ajudar-nos.»

Fonte: A Bola

publicado por Benfica 73 às 10:21

Outubro 23 2014

O Estádio da Luz venceu a votação para recinto mais bonito da Europa levada a cabo pelo diário francês L´Equipe.
O anfiteatro das águias reuniu a preferência de 48 por cento dos votantes, superando o Parque dos Príncipes (17 por cento) e o Stade de France (9 por cento).
Entre os 20 estádios candidatos contavam-se, entre outros, Wembley, Emirates, Camp Nou, Santiago Bernabéu e Allianz Arena.

Fonte: A Bola

publicado por Benfica 73 às 11:30

Outubro 23 2014

limamonaco322214820.jpg

Divisão pontual no Principado, num relvado mau demais para ser verdade. Primeira metade fraquinha, segunda metade com sinal mais do SL Benfica que, pelo fez nos últimos 45´e – a jogar com menos um nos últimos 15’ – merecia mais do que o empate. Há noites assim… Matematicamente, tudo é possível e a ambição mantém-se!

Frente a frente Mónaco e SL Benfica, duas equipas com aspirações idênticas, mas com percursos completamente diferentes.

Na antecâmara desta partida, enquanto os monegascos lideravam o Grupo C da Champions, estando em maus lençóis nas provas internas; os “encarnados” têm-se deparado com dificuldades na Europa, mas nas provas lusas a caminhada tem sido excelente.

Três pontos, prestígio desportivo (e não só!) e muitos euros em disputa esta quarta-feira à noite no Stade Louis II, com dois treinadores portugueses em cada um dos lados da barricada…

E foi a equipa de Leonardo Jardim quem começou melhor, com os primeiros 20’ a serem de domínio, com Artur a passar por alguns sustos. Valeu a ineficácia do adversário.

O SL Benfica de Jorge Jesus respondeu e começou a sacudir a pressão. Uma primeira iniciativa de Gaitán, com Salvio e Lima a seguirem-lhe o exemplo, equilibraram as hostilidades.

Aos 39’, grande oportunidade de golo para os “encarnados”. Cruzamento perfeito de Talisca, o esférico encontra Lima bem no coração da pequena área, mas o guardião, Subasic, disse não ao brasileiro.

Ao intervalo, o nulo mantinha-se, numa primeira metade marcada por um futebol bem aquém do esperado, muito por culpa de um relvado em condições quase deploráveis…. Embora isso não explique tudo!

Expulsão de Lisandro condicionou estratégia

Segunda metade e mais Futebol! As duas equipas entraram com atitude renovada e o espectáculo ganhou com isso.

Equilíbrio e oportunidades a rondarem as duas balizas nos momentos iniciais, domínio benfiquista a partir dos 60’.

Gaitán (58’), Salvio (66’), André Almeida (67’) e Enzo Perez (70’), tiveram oportunidades para inaugurar o marcador, mas

quando a redondinha não quer… não há volta a dar!

A 15’ do apito final, num momento em que os “encarnados” carregavam, contrariedade para o SL Benfica, com a expulsão de Lisandro Lopez.

A partir daí, pragmatismo, inteligência, entre-ajuda e muita entrega para segurar um ponto extremamente importante no Principado.

Final da primeira volta, matematicamente, tudo é possível… e nós acreditamos!

No próximo fim-de-semana o chip muda, com os “encarnados” a centrarem atenções no Campeonato Nacional e logo com uma deslocação à Cidade dos Arcebispos para defrontar o SC Braga. Esta partida está agendada para domingo, às 20h15, e é relativa à 8.ª jornada da prova.

A Champions regressa no início do mês de Novembro, com a recepção ao Mónaco agendada para dia 4 de Novembro, pelas 19h45, na Catedral. Um desafio alusivo à 4.ª jornada da Liga Milionária e que assume contornos de decisivo.

O Sport Lisboa e Benfica alinhou de início com Artur; Maxi Pereira, Luisão, Lisandro López e Eliseu; André Almeida, Gaitán (César, 79’), Salvio, Enzo Perez (Samaris, 87’) e Talisca (Tiago,68’); Lima.

Fonte: SLB

Fotos:https://www.facebook.com/SportLisboaBenfica/photos/a.10154744489810716.1073742104.212504785715/10154744489940716/?type=1&theater

Veja aqui a ficha do jogo

publicado por Benfica 73 às 10:44

Outubro 21 2014

goncaloguedes321103831.jpg

O jovem Gonçalo Guedes marcou presença no treino, desta terça-feira, do Benfica, de preparação para a importante partida, de quarta-feira, frente ao Mónaco, referente à terceira jornada da Liga dos Campeões.

Gonçalo Guedes, que jogou frente ao Covilhã para a Taça de Portugal, foi chamado pelo treinador Jorge Jesus para integrar a sessão, onde também contou com Paulo Lopes, Júlio César, Jardel e Jara, que apresentavam anteriormente limitações.

O médio Fejsa prosseguiu a recuperação e já faz corrida, tal como o jovem João Teixeira.
Sílvio, Rúben Amorim e Ola John prosseguiram a recuperar das respetivas lesões.

Fonte: A Bola

publicado por Benfica 73 às 11:28

Outubro 21 2014
O Benfica alertou esta segunda-feira os adeptos para o risco de o Estádio da Luz ser interditado devido ao lançamento de materiais pirotécnicos.

«Um petardo pode deixar o Sport Lisboa e Benfica fora de jogo. O lançamento de materiais pirotécnicos em jogos do Sport Lisboa e Benfica pode fechar o Estádio da Luz ou provocar multas de milhares de euros. Por causa do que aconteceu em Leverkusen o SL Benfica vai ter de pagar 19 mil euros», pode ler-se em comunicado emitido no site oficial do clube, na antecâmara da deslocação das águias ao reduto do Mónaco.

«Vá ao estádio mas não estrague a festa. Não feche as portas da Luz», exorta-se.
Fonte: A Bola
publicado por Benfica 73 às 10:10

Outubro 20 2014

wass120101911.jpg

Daniel Wass, internacional dinamarquês que passou pelo Benfica na temporada 2011/12 é agora uma das estrelas do campeonato francês e acaba de defrontar o Mónaco, adversário das águias na próxima quarta-feira.
A convite de A BOLA, Wass, cujo nome tem sido associado a clubes mais influentes do futebol europeu, como Liverpool ou Chelsea, aceitou analisar o opositor das águias.
«É uma boa equipa, mas também comete erros... sobretudo defensivos.»
O internacional dinamarquês elogiou ainda a experiência e liderança de Ricardo Carvalho e a inteligência de João Moutinho, mas também alertou para Anthony Martial e Ferreira-Carrasco.

Fonte: A Bola

publicado por Benfica 73 às 12:12

Outubro 15 2014

enzoperez11510174.jpg

Enzo Pérez elogia o trabalho da Direção do Benfica para substituir os jogadores transferidos no último verão, considerando que as caras novas do plantel têm justificado a aposta do clube.

«Saíram jogadores importantes, mas também entraram jogadores importantes. Se estão no Benfica é porque se saíram bem nos clubes que representavam», argumentou o médio argentino, em declarações reproduzidas pela BTV.
No horizonte da águia surge o jogo da Taça de Portugal com o Covilhã, seguindo-se novo compromisso europeu, diante do Mónaco.

«Queremos continuar na Liga dos Campeões, sem desprezar a Liga Europa, temos de ir ao Mónaco fazer um resultado positivo. A margem de erro é cada vez menor», reconheceu Enzo Pérez, atirando:
«Queremos chegar a maio e disputar as finais».

Fonte: A Bola

publicado por Benfica 73 às 11:53

Outubro 14 2014

O Benfica cumpre esta terça-feira, a partir das 10 horas, à porta fechada, no Seixal, um jogo de preparação com a seleção do Irão, orientada por Carlos Queiroz.
Enzo Pérez, Gaitán, Maxi Pereira, Eliseu, Talisca e Samaris, ao serviço das respetivas seleções, não serão opções para Jorge Jesus.
O ensaio com a seleção iraniana serve de preparação do jogo da Taça de Portugal com o Covilhã, agendado para sábado.

Fonte: A Bola

publicado por Benfica 73 às 10:13

Outubro 10 2014

gaitan41093134.jpg

Com 19 golos apontados em sete jornadas da Liga, o Benfica está entre as equipas mais concretizadoras dos cinco principais campeonatos da Europa. Só o Real Madrid, com um super Cristiano Ronaldo, e o Chelsea, de José Mourinho, marcaram mais golos nos mesmos sete desafios já realizados.
A BOLA revela esta sexta-feira que os 19 golos das águias no campeonato correspondem a média de 2,7 tentos por jogo.
A nível das principais ligas europeias, o Real Madrid lidera destacado com 25 golos apontados em sete jornadas, o que corresponde a uma impressionante média de 3,5 tentos por jogo. Segue-se o Chelsea de José Mourinho, com 21 remates certeiros também em sete partidas, ou seja uma média exata de três golos por jogo.

Fonte: A Bola

publicado por Benfica 73 às 11:16

Outubro 10 2014
Carlos Queiroz (foto ASF)
Os milhares de quilómetros que separam o Irão de Portugal não impedem Carlos Queiroz de acompanhar com atenção o campeonato português. Em entrevista à Benfica TV, o treinador elogia o futebol praticado pela equipa de Jorge Jesus.

«É de exaltar os resultados da equipa do Benfica. Voltaram a entrar e sair jogadores num número significativo, e manter o balanço de continuidade época após época não é fácil. São decisões que têm que ver com a realidade do futebol português, é preciso vender para manter o equilíbrio, mas por vezes o preço a pagar é alto e nem sempre a fórmula resulta. Mas as coisas estão a correr bem, os resultados e a classificação mostram isso. No entanto, as equipas que têm flutuações no plantel correm o risco de a qualquer momento ter fases menos exuberantes e de as coisas abanarem», alertou.

«O Benfica está ativo, vi alguns jogos brilhantes. Jorge Jesus é um apreciador do futebol de risco, de ataque. Sempre mostrou esse atrevimento e no Benfica, tendo outros recursos, a sua expressão como treinador pode ir um pouco mais longe», notou Queiroz, salientando também a «estabilidade e confiança» conferidas por Luís Filipe Vieira ao treinador.

Com «o FC Porto forte e o Sporting frenético», o selecionador do Irão prevê «um campeonato aceso» e com «momentos em que os nervos vão estar à flor da pele».
Fonte: A Bola
publicado por Benfica 73 às 10:28

Outubro 09 2014

sturgeon29102636.jpg

O Benfica tem direito de opção por cinco jogadores do Belenenses: o guarda-redes Matt Jones, o lateral esquerdo Filipe Ferreira, os médios ofensivos Tiago Silva e Fredy, e o avançado Sturgeon.

A BOLA noticia esta quinta-feira que o Benfica investiu 600 mil euros a 4 de abril deste ano para ficar com o direito de opção, válido até 30 de abril do próximo ano.

Como garantia, as águias ficaram com 30 por cento dos direitos económicos dos jogadores do Belenenses.
O acordo contemplava ainda opção por Rambé, avançado transferido para o SC Braga, mas o Benfica não acionou o direito de preferência.

Fonte: A Bola

publicado por Benfica 73 às 11:07

Outubro 06 2014

O Sport Lisboa e Benfica recebeu e venceu esta tarde, na Luz, a formação do Arouca. Face a um adversário atrevido, foi preciso vestir o fato de macaco e suar a camisola! Talisca, Derley, Salvio e Jonas fizeram os golos de mais uma vitória que consolida a liderança benfiquista na prova.

Foi com algumas alterações no onze habitual que o Campeão Nacional subiu ao relvado da Catedral. Depois de desaire na Alemanha, exigia-se uma resposta cabal do grupo, para mais estando o objectivo principal há muito definido, o Bicampeonato… e assim foi!

 

Casa bem composta na Catedral, apoio espectacular e incansável vindo das bancadas, num desafio que serviu também para homenagear as Casas, Delegações e Filiais do Clube.

Primeira metade com um Arouca mais atrevido, face a um Benfica lento a ter dificuldades em mecanizar os seus processos. Artur brilhou uma mão cheia de vezes, com intervenções de classe a negar o golo aos forasteiros.

Derley, aos 26’, tentou a sorte, mas foi Talisca que, numa série de ocasiões, testou os reflexos Goicoechea e mostrou-se o mais inconformado com o nulo e o mais castigado pelas entradas duras dos homens de Pedro Emanuel.

Antes do intervalo, Lima (lesionado) saiu para dar lugar ao estreante Jonas. No reatar, Gaitán ficou no banco e entrou o holandês, Ola John.

No reatar, o Benfica entrou mais forte, contudo, continuou a faltar imaginação e rapidez de processos, com os sectores, lentos, a impossibilitarem o golo.

 

Quando o Campeão quer...

Com o decorrer dos minutos começaram a vir os nervos ao de cima, com os lances a serem muitas vezes resolvidos mais com o coração do que com a cabeça. E quando assim não era, ora a falta de sorte, ora os ferros da baliza resolviam… mas quando se quer muito…

A pressão “encarnada” intensificava-se, sufocando o adversário… e quando o Campeão puxou dos galões o adversário não resistiu mais!

Aos 74’, finalmente, o golo! Talisca, de raça, combina com Derley, leva tudo à frente e remata para o 1-0 e para o seu sexto

golo na I Liga, o que o mantém no topo da lista dos melhores marcadores da prova.

Descoberto o caminho para as redes adversárias, aos 80’, grande jogada de Salvio, e Derley, à boca da baliza, só teve de encostar para o 2-0 e para o seu primeiro golo de águia ao peito. Minutos volvidos e foi Salvio, assistido por Ola John, a fazer – de cabeça – o 3-0.

Mas haveria ainda tempo para mais uma estreia a marcar, desta feita, com Jonas a responder da melhor maneira a um grande cruzamento de Ola John. 4-0, vitória justa!

Segue-se uma semana de paragem para compromissos das Selecções Nacionais, com o Sport Lisboa e Benfica a entrar em acção no fim-de-semana de 18/19, para defrontar o Sporting da Covilhã, na 3.ª eliminatória da Taça de Portugal.

O Campeonato regressa no dia 26 de Outubro, com a deslocação a Braga, em desafio da 8.ª ronda da prova; pelo meio, dia 22, viagem até ao Principado do Mónaco, em mais uma jornada relativa à Liga dos Campeões.

O Sport Lisboa e Benfica alinhou com o seguinte onze inicial: Artur Moraes; Maxi Pereira, Lisandro Lopez, Luisão, Eliseu; Samaris, Gaitán (46’, Ola John), Salvio, Talisca; Derley (88', Pizzi) e Lima (44’, Jonas).

 Fonte: SLB

Fotos:https://www.facebook.com/SportLisboaBenfica/photos/a.10154672867435716.1073742097.212504785715/10154672876310716/?type=3&theater

Veja aqui a ficha do jogo

publicado por Benfica 73 às 10:06

Outubro 03 2014

O guarda-redes Júlio César terminou o jogo em Leverkusen com dores nas costas e está em dúvida para a receção ao Arouca, no domingo, em partida da 7.ª jornada do Campeonato.O brasileiro apresentou queixas na zona lombar e, caso não recupera, Artur deverá regressar à baliza.

Fonte: A Bola

publicado por Benfica 73 às 11:47

Outubro 02 2014

 

A equipa de Futebol do Sport Lisboa e Benfica regressou, esta quarta-feira, à BayArena, local onde já foi feliz em 1993/94 (na altura como Ulrich Haberland) e em 2012/13. Desta feita não teve a mesma sorte e perdeu por 3-1. A jogar em casa e fazendo jus ao pendor ofensivo que se previra antes do apito inicial, o Bayer Leverkusen entrou a exercer uma pressão forte, alta e que dificultou a primeira zona de construção do Benfica. O guarda-redes Júlio César fez duas defesas de bom nível antes do remate de Bender ao poste (14’).

 

Nessa fase a equipa portuguesa sentiu algumas dificuldades, mas a partir do meio da primeira parte tentou equilibrar a contenda, saindo a jogar em transições rápidas, mas a pressão alta teve resultados práticos aos 24 minutos com o golo de Kiessling que aproveitou uma abordagem menos positiva de Júlio César a um remate de Son Heung-Min.

Motivada pelo golo, a turma germânica continuou a carburar e chegou ao 2-0, aos 33’, através de Son Heung-Min que recebeu o esférico de Bellarabi da direita. Este golo teve efeito despertador imediato nos da Luz com o remate de Enzo Perez por cima da baliza de Leno aos 38 minutos. Porém, a última oportunidade foi do Bayer Leverkusen por intermédio de Son Heung-Min aos 45’+1.

Ao intervalo, o resultado teria de se aceitar perante a incapacidade do Benfica em parar a avalanche ofensiva do adversário, bem como a pressão alta exercida. No reatamento, Hakan Çalhanoğlu não marcou aos 51 minutos por milagre. Deu mal no esférico com a baliza escancarada. Este lance foi, contudo, lance cada vez mais raro, pois o Benfica subiu as suas linhas, teve mais bola e procurou com maior assertividade a baliza de Leno.

 

Os comandados por Jorge Jesus reduziram mesmo aos 61’ por Salvio após uma boa jogada de Gaitán e de Maxi Pereira. Dois minutos

depois, o árbitro Martin Atkinson assinalou mal uma grande penalidade para os da casa e Hakan Çalhanoğlu concretizou no 3-1. Ao minuto 86, a bola vai à mão de um jogador alemão após livre marcado por Gaitán com desvio de cabeça de Jardel, mas aí já nada foi assinalado. Nos descontos, após um pontapé de canto, Luisão foi agarrado na área e uma vez mais nada foi marcado.

Com esta derrota, o Benfica continua com zero pontos ao cabo de dois jogos no Grupo C da “Champions”.

O Sport Lisboa e Benfica alinhou com o seguinte onze inicial: Júlio César; André Almeida, Luisão, Jardel e Eliseu; Cristante (Maxi Pereira, 46’), Enzo Perez (Samaris, 76’), Gaitán, Salvio e Talisca (Lima, 46’); Derley.

Fonte: SLB

Fotos:https://www.facebook.com/SportLisboaBenfica/photos/a.10154655439190716.1073742096.212504785715/10154655448180716/?type=3&theater

Ficha de Jogo: http://www.abola.pt/jogodireto/ficha.aspx?id=196753

 

publicado por Benfica 73 às 10:18

Setembro 30 2014
Valdo deposita total confiança no potencial do Benfica para sair vencedor do BayArena, casa de um Leverkusen «muito rápido no ataque e forte fisicamente» mas, ainda assim, sem a tarimba dos encarnados nas competições europeias.

«O Benfica é sempre o Benfica, pode fazer um resultado positivo dentro ou fora de Portugal. Não é uma tarefa fácil, o Leverkusen é uma equipa muito rápida no ataque e muito forte fisicamente, mas o Benfica tem muito mais experiência, é uma equipa muito batida e tem também um grande treinador. Acredito que Jorge Jesus estudou, e bem, a equipa do Leverkusen, e que podemos causar uma boa surpresa em casa dos alemães», vaticinou o brasileiro, em declarações à Antena 1.

A derrota com o Zenit, acredita, «não deixou mossa» nas águias. «O Benfica tem condições de chegar à Alemanha e impor o seu verdadeiro futebol», afiançou.
Valdo aposta numa «grande noite de Salvio» em Leverkusen. «Quando ele está bem, o Benfica é muito forte», realçou.
Fonte: A Bola
publicado por Benfica 73 às 14:42

BENFICA 73
Novembro 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9


27
28
29

30


subscrever feeds
comentários recentes
É incrivel o benfica nao renovar o contrato com o ...
"...disse em declarações à Renascença.", "...atiro...
O golo do Talisca é qualquer coisa de especial :DR...
Isseo e o resultado dos melhores do mundo
Afinal a lesão é cronica ou não?
Curioso para ver as capas de amanhã. A propósito, ...
Não me digam que abriu novamente o mercado de tran...
Faz tempo que o vento sopra a anunciar a borrasca!...
Boa tarde amigoAbri um bogue glorioso."Águia de lu...
Coitados dos "Engenheiros" Miguel e Simão, tantos ...
O "Eng" Simão respira de alívio nas férias judicia...
GOLPES, GOLPISTAS, PANÇUDOS E TALIBANSsakanagem69....
Eu acho que o Felipe Vieira deveria contratar o Na...
E AQUI VAI DISTO, SAKANAGEM....ihihihihi....http:/...
O que o Sr Jorge Mendes quer é fazer o Port...
MAIS SAKANAGEM, HOJE!Porra...ponham lá o link na c...
Ex.mos Senhores, gostaria de dar a conhecer aos le...
Acho que jesus deve dar uma oportunidade ao jara p...
Acho que jesus deve dar uma oportunidade ao jara p...
Quem e\' o luis filipe e de onde vem? Nao vendam o...

contador visitante