Dezembro 01 2014

O treinador do Benfica, Jorge Jesus, não gostou das ações de Enzo Pérez, Jardel e Samaris e repreendeu os três jogadores durante a partida frente à Académica, segundo refere A BOLA.
A situação de Enzo Pérez foi porque o argentino quis trocar de botas quando a Académica atacava.
No que diz respeito a Jardel e Samaris, o treinador não gostou dos erros individuais dos jogadores e de imediato foram repreendidos.

Fonte: A Bola

 

publicado por Benfica 73 às 11:54

Novembro 25 2014

André Almeida perfila-se como o principal candidato a vigiar Hulk no encontro com o Zenit, em São Petersburgo, avança A BOLA na edição desta terça-feira.
Sem poder contar com Eliseu, lesionado, Jorge Jesus deve confiar ao português, de 24 anos, a difícil missão de marcar o possante avançado brasileiro no Estádio Petrovsky.
Loris Benito foi o único lateral-esquerdo de raiz que viajou para a Rússia.

Fonte: A Bola

publicado por Benfica 73 às 12:15

Outubro 23 2014

jesusmonaco22224643.jpg

 

 Jorge Jesus não poupou críticas à atuação da equipa de arbitragem no jogo com o Mónaco, acusando o polaco Szymon Marciniak de condicionar a exibição do Benfica no Estádio Louis II.

Depois do que viu em Gelsenkirchen, no polémico encontro entre o Sporting e o Schalke, o treinador das águias diz não ter dúvidas de que as equipas portuguesas estão a ser prejudicadas propositadamente nas provas da UEFA.

«O árbitro condicionou muito a equipa do Benfica, nos primeiros 20 minutos penalizou-nos com dois amarelos. O facto de Portugal estar à frente de Itália e França no ranking da UEFA… Na Alemanha fizeram a mesma coisa ao Sporting. Carregam as equipas portuguesas com amarelos e depois é mais fácil expulsar. É um assunto político, que temos de combater em campo», afirmou.

Fonte: A Bola

publicado por Benfica 73 às 11:22

Setembro 17 2014
O treinador do Benfica considerou que a sua equipa cometeu erros pouco habituais diante do Zenit, mas garante que a derrota não retira ambição.
«Não é normal a equipa do Benfica perder-se em alguns pormenores táticos. Tivemos 20 minutos muito deficientes e o Zenit acabou por aproveitar duas perdas de bola nossas para marcar», referiu Jorge Jesus na fhash interview.

Hulk foi figura em destaque no Zenit: «O Hulk é um grande jogador, as suas movimentações fazem sempre a diferença. O Samaris andou um pouco perdido no jogo e tivemos alguma dificuldade em parar o corredor central do Zenit, que fez com que sofrêssemos os dois golos. O primeiro golo? Conhecemos o Hulk e trabalhámos durante a semana para esse momento de jogo, mas no jogo não conseguimos fazer o que queríamos».

A primeira parte foi mesmo para esquecer para Jorge Jesus, que considerou que a sua equipa jogou melhor com 10 jogadores: «Se marcássemos o 2-1 entrávamos no jogo, mas esta derrota não nos retira ambições. Temos todas as condições para ir à Rússia vencer o Zenit, o Mónaco também ganhou ao Leverkusen, mas acredito que este grupo vai estar muito equilibrado até à última jornada».

O treinador deixou ainda palavras de agradecimento aos adeptos: «É a minha sexta época no clube e nunca vi nada assim. A perder por 0-2 perceberam a dificuldade que tivemos por estarmos com menos um jogador e que demos tudo para poder entrar em jogo. Agradeço-lhes do fundo do coração e serão muito importantes para os próximos jogos».
Fonte: A Bola
publicado por Benfica 73 às 10:14

Setembro 04 2014
Jorge Jesus não espera facilidades para o Benfica nos jogos com o Mónaco na Liga dos Campeões. Às saídas de Falcao e James Rodríguez do clube francês, responde com o êxodo de «dez jogadores» do plantel das águias durante o defeso.

«O Mónaco perdeu o Falcao e o Benfica perdeu dez jogadores», constatou, esta quinta-feira, à saída do Fórum de Treinadores da UEFA, que decorre em Nyon, Suíça.

Para Jorge Jesus, o Benfica ficou inserido num dos «grupos mais difíceis» da Liga milionária.
«Qualquer equipa pode passar ou ficar de fora», notou.

O Fórum da UEFA proporcionou o encontro com Nuno Espírito Santo e André Villas Boas, treinadores de Valência e Zenit, respetivamente.
«Estive sempre com o Nuno e o André. Temos uma relação de respeito e amizade e aproveitámos para falar do Benfica, do Valência e do Zenit e já falámos da Champions. Infelizmente, o André não me disse a tática que vai utilizar no Zenit. Gostaria que me tivesse dito», brincou Jesus.
Fonte: A Bola
publicado por Benfica 73 às 12:12

Setembro 04 2014
Jorge Jesus congratula-se por ter à disposição dois «excelentes jogadores» como Samaris e Cristante e diz não ter dúvidas de que o grego e o italiano vão proporcionar «uma luta bonita» por um lugar no meio-campo do Benfica.

«Cristante é um jovem com valor e espero que tenha sorte. Se eles [adeptos do Milan] criticaram a saída é porque conhecem o jogador, inclusivamente melhor do que eu», afirmou o treinador dos encarnados, esta manhã, quando abandonava o Fórum de Treinadores da UEFA, que decorre em Nyon, Suíça.

«Cristante vai jogar numa posição onde também pode atuar o Samaris, vai ser uma luta bonita. São dois excelentes jogadores», salientou.
Noutro plano, entende Jorge Jesus que a final da Liga Europa deve ser disputada após o final dos Campeonatos, à imagem do que sucede com a Liga dos Campeões.
Fonte: A Bola
publicado por Benfica 73 às 12:10

Julho 07 2014
O médio argentino do Benfica, Enzo Pérez, foi eleito pela Liga de Clubes como o melhor jogador do último campeonato.
Para os encarnados também foram o prémio de melhor treinador (Jorge Jesus) e melhor guarda-redes (Oblak). Os três galardões foram recebidos por Shéu Han, face à ausências dos premiados.
O prémio de melhor marcador foi para Jackson Martínez. Ninguém compareceu para o receber o galardão. O prémio revelação foi para William Carvalho (recebido por Augusto Inácio) e o prémio fair-play para o Estoril.
Fonte: A Bola
publicado por Benfica 73 às 08:40

Junho 22 2014

Os trabalhos de pré-época do Benfica arrancam apenas no próximo dia 3 de julho, mas, para Jorge Jesus, a preparação da nova temporada há muito que começou. O técnico, de 59 anos, chegou ontem a Lisboa, depois de ter passado os últimos dias em Angola – numa conferência organizada pelo semanário “Sol” –, e vai agora tratar alguns dossiês pendentes, que passam também pelos preparativos para a pré-época.E vai fazê-lo na companhia do presidente LuísFilipe Vieira.

É, por isso, natural que nos próximos dias, técnico e o líder do emblema encarnado se reúnam para definir várias questões, relacionadas com o estágio da equipa mas também com compras e dispensas.

Duro

Como é sabido, Jorge Jesus é um treinador que vive intensamente o futebol, e por isso pode dizer-se que já tem a cabeça na pré-época. Os trabalhos, esses, não vão fugir ao que tem acontecido nas últimas temporadas. Em 2013/14, por exemplo, a equipa optou por estagiar no centro de estágios do Seixal, sendo que realizou alguns embates particulares na Suíça e no Algarve.

Este verão, e tal como Jorge Jesus gosta, o Benfica será colocado à prova por alguns adversários de renome. Até ao momento, a participação na Emirates Cup, em Londres, frente a Arsenal e Valencia, promete ser o prato forte. Confirmado está ainda um duelo com o Lechia Gdansk, sendo que estão em negociações partidas comSunderland e Elche.

Fonte: Record

publicado por Benfica 73 às 11:06

Junho 20 2014

Jorge Jesus afirmou ontem em Luanda não estar “muito preocupado” com o interesse que os principais jogadores do plantel, casos de Garay, Enzo Pérez e Gaitán, despertam. “É o preço do sucesso”, observou. O técnico do Benfica lembrou os jogadores que tem transformado “em melhores do Mundo” e até se considerou melhor do que José Mourinho.


O técnico campeão nacional foi o convidado de honra de uma conferência promovida pelo “Sol”. Antes de participar num painel sobre o futebol da lusofonia, com o selecionador angolano, Romeu Filemon, os treinadores Lúcio Antunes (ex-selecionador de Cabo Verde, agora no Recreativo da Caála), Miller Gomes (Recreativo de Libolo) e Zeca Mendonça (Benfica de Luanda), Mateus, jogador do 1.º de Agosto, e Edgar, ex-futebolista dos encarnados, concedeu uma entrevista pública, conduzida pelo diretor daquele semanário, José António Saraiva.


Foi-lhe perguntado qual é o melhor treinador português: ele ou se o homólogo do Chelsea? Entre sorrisos, Jesus, de 59 anos, acabou por responder: “O melhor é o JJ.” Segundo ele, a diferença está nas oportunidades. “Mourinho tem a felicidade de treinar equipas que proporcionam a vitória na Champions com jogadores já feitos. Eu tenho a felicidade de transformar jogadores com potencial em melhores do Mundo”, sublinhou.


Já no painel, Jesus não se mostrou “muito preocupado” quando a conversa versou transferências. “Primeiro, estou habituado. Depois, a estrutura do futebol do Benfica, o presidente e o Rui Costa estão em Portugal e estamos sempre em contacto. O que está a acontecer é o preço do sucesso. Fizemos uma época brilhante e é natural que as grandes equipas, com um poder económico superior ao Benfica, disputem os nossos melhores jogadores. E digo disputar, porque não tenho a certeza de que vão deixar o clube.” Isto apesar de Garay estar muito perto de assinar pelo Zenit e Enzo pelo Valencia.

 

Isolado em casa

“Quando perco, isolo-me em casa”, contou JJ, frisando: “Tenho um estúdio e como possuo os vídeos dos jogos procuro entender por que perdi.” Para Jesus, o futebol “é uma ciência” e as novas tecnologias “ajudam os treinadores”. “Os jogadores das grandes equipas é que não gostam muito. Não lhes passo mais de dez minutos para não se distraírem. Tenho sete pessoas a trabalhar os vídeos e para esses dez minutos são visionadas mais de 50 horas.”

 

Corrigir posições

O técnico é muito ativo durante os jogos. “Grito muito porque estou sempre a corrigir as posições dos meus jogadores. O jogo está sempre a desorganizar-se e portanto é preciso corrigir”, explicou. O amadorense reforçou que ser selecionador não está nos seus planos imediatos. “Não é a minha paixão”, disse, justificando: “Sem estar no campo todos os dias tenho alguma dificuldade. Daqui a dez anos já sou capaz de pensar nisso. Atualmente não.”

 

Sobre a Seleção

Para Jorge Jesus, a SeleçãoNacional era, ao início, uma das candidatas ao título mundial. “Falar é fácil, mas jogar é mais difícil”, atirou o técnico do Benfica, acrescentando que a derrota diante da Alemanha não foi surpreendente.A explicação para os quatro golos sofridos?“Há coisas que um treinador não tem capacidade para alterar. Depois da expulsão do Pepe já nada havia a fazer. Não houve tempo para Paulo Bento intervir, com tantas coisas a acontecer.”

 

Brasil é favorito

Sobre o Mundial, mais concretamente, JJ não tem dúvidas de que oBrasil é favorito, colocando a Argentina ao lado do escrete no que diz respeito à probabilidade de conquistar o título.“O Brasil joga muito melhor em casa.Quanto à Argentina, é um país vizinho e, por isso, também terá muito apoio”, afirmou o treinador, sublinhando que a formação germânica está a correr por fora rumo ao cetro:“São os outsiders, nesse aspeto, mas estão a jogar para o título.”

Fonte: Record

publicado por Benfica 73 às 10:56

Junho 20 2014
O treinador do Benfica reafirmou que recebeu vários convites de clubes estrangeiros e explicou por optou por ficar em Portugal.
«Só num ano pagavam-me cinco ou seis vezes aquilo que recebo em Portugal. Em Portugal desconto 55 por cento do que ganho. Ou seja, mais de metade do que ganho não sei para onde vai. Mas, no país onde estou, sou um privilegiado. Ganho bem», disse em Luanda numa conferência promovida pelo semanário Sol.

Os convites vieram de Itália, Inglaterra, Turquia, Qatar e Arábia Saudita, porém, Jorge Jesus assumiu que está «focado» no Benfica, afirmando que «não era o momento certo» para sair.

Jesus reconheceu, no entanto, que não perspetiva carreira longa no Benfica, à semelhança do que aconteceu com Alex Ferguson no Manchester United: «Estou há cinco anos (no Benfica) e o quinto já estava a ser muito confuso para muita gente.»
Fonte: A Bola
publicado por Benfica 73 às 09:02

Junho 02 2014
Em entrevista ao programa Playoff, da SIC Notícias, Jorge Jesus, treinador do Benfica, confirmou que chegou a receber uma proposta para treinar o Sporting.
«Confirmo a proposta do Sporting, de um presidente que já não o é: Godinho Lopes. Do outro clube [FC Porto], não me fica bem falar», referiu o técnico, de 59 anos, que adiantou ainda ter recebido propostas de clubes russos e turcos.
Fonte: A Bola
publicado por Benfica 73 às 09:56

Maio 30 2014

O treinador do Benfica explicou como conseguiu gerir o relacionamento com Óscar Cardozo após o desentendimento em pleno relvado na ressaca da derrota na final da Taça de Portugal com o Vitória de Guimarães, na época passada. 

«Essa final teve dois casos, a subida à tribuna e o que aconteceu com Cardozo. Foram dois momentos que estiveram sempre na minha cabeça. Subir as escadas e ouvir o que os adeptos disseram... Com Cardozo foi a mesma coisa. Este ano partilhámos ideias e ele percebeu que é jogador e eu treinador. A minha decisão não podia prejudicar a equipa. À frente dele e de mim está o Benfica, a prioridade é sempre a equipa e foi isso que fizemos durante do ano como duas pessoas educadas», disse em entrevista ao canal do clube, considerando a derrota nessa final «o dia mais triste da carreira».

«Os adeptos não estavam à espera de perder aquela final. Foi um sentimento forte e, tendo em conta a época que o Benfica fez, foi injusto o que ouvi. Mas percebo porque o futebol é paixão e sentimento. No ano passado, o Benfica fez 77 pontos e perdeu um jogo e não foi campeão, este ano fez 74 pontos, perdeu dois e foi campeão. Fomos a melhor equipa a época passada e merecíamos ter sido campeões. Face ao que fizemos, não foi justo.»

Um dos momentos negativos da época foi quando tentou resgatar um adepto das autoridades, em Guimarães: «Vi um ser humano que pediu socorro e cuja principal preocupação era que não lhe roubassem a camisola do Benfica. Tentei socorrer sem perceber a responsabilidade. Hoje, tomaria a mesma decisão sem me expor às autoridades.»

Outro foi o gesto que fez a Tim Sherwood, muito criticado pelo treinador do Tottenham, num jogo da Liga Europa: «Ekle falou para mim com grande arrogância, olhou-me de cima para baixo com autoridade. Tinha na cabeça o que se passou entre ele e o André (Villas Boas) e fui para o meu cantinho. Quando tive a oportunidade para lhe mostrar que ali estava um treinador português que percebe muito mais de futebol do que ele... O jogo estava a correr, fiz aquele gesto e pensei “estás a levar um baile”. Foi a forma como falou em inglês ao meu ouvido...»

Fonte: A Bola

publicado por Benfica 73 às 11:51

Maio 30 2014

Jorge Jesus falou ambições que tem como treinador.
«Ainda tenho muito para conquistar como treinador. Cheguei a um clube que me projetou para o futebol em Portugal e a nível Mundial. Não cheguei tarde, podia chegar mais cedo. Cheguei no momento certo. (...) Tenho muitos troféus que quero disputar: a final da Champions, uma Supertaça Europeia no Mónaco, um Campeonato do Mundo, um Campeonato da Europa, sonho com tudo isso», disse em entre vista ao canal do clube reconhecendo que «a conquista da Champions é um sonho».
Para Jesus, disputar a final da Liga Europa é mais prestigiante do que jogar os oitavos de final da Liga dos Campeões que começa a juntar, nos quartos de final, «as melhores equipas do Mundo, que têm mais poder económico e com jogadores que fazem a diferença».

Fonte: A Bola

publicado por Benfica 73 às 11:38

Maio 30 2014

O treinador do Benfica explicou porque considera o primeiro título de campeão nacional, conquistado na época de estreia, mais importante que o que foi alcançado este ano.

«Foi mais importante porque tinha chegado ao Benfica e só o presidente (Luís Filipe Vieira) é que acreditou em mim, só ele acreditou que eu que tinha capacidade. Nesse ano, tinha de vencer e convencer. Na apresentação, disse que, comigo, o Benfica ia jogar o dobro - tinha a responsabilidade de fazer o Benfica campeão - e passados estes anos confirma-se tudo o que disse. Quando dizemos algo de forma convicta, isso é entendido como vaidade», disse em entrevista o canal do clube.

«Acredito nas minhas capacidades, sabia que era melhor treinador do que fui jogador. Um treinador não se fabrica, desenvolve-se. Acreditei sempre que era possível. Disse que ninguém percebe mais de futebol do que eu? Claro. Não estamos habituados a ter pessoas convictas no trabalho delas. Não penso assim. Tenho a certeza, pela forma como trabalho, que sou um dos melhores treinadores do Mundo. Não digo por dizer», prosseguiu, antes de voltar a elogiar Vieira, que considerou o “obreiro” do sucesso do Benfica:

«Se eu hoje sou treinador do Benfica devo a Luís Filipe Vieira. Foi o Presidente que acreditou na minha entrada desde o primeiro dia e foi ele que no ano passado acreditou que eu ainda tinha valor para continuar a fazer o meu trabalho. Depois dessa oportunidade, a única forma de manifestar a minha gratidão era continuar no Benfica. Luís Filipe Vieira é o grande “obreiro”, ele e toda a estrutura do futebol. O slogan ao longo do ano foi: todos juntos! Este ano ficámos a perceber que não podia existir um clube dentro do clube, tínhamos de estar todos juntos, nas vitórias e nas derrotas, a defender o nome do Benfica.»

«Ninguém pensava que ia ficar cinco anos no Benfica. No primeiro ano, disse a um dirigente do futebol – Pinto da Costa? Não vou dizer – que, em cinco anos, ia ganhar-lhe três campeonatos. Enganei-me, ganhei dois. Já pensava assim quando entrei no Benfica. Estou muito bem no Benfica, provei que estou satisfeito por atos, não por conversa», acrescentou.

publicado por Benfica 73 às 11:33

Maio 30 2014

O treinador do Benfica explica o que mudou no relacionamento com os jogadores.
«São cinco anos, hoje não preciso ser tão exigente. Continuo a ser exigente porque sou cego no método de treino. Os jogadores já me conhecem bem, e eu a eles. Hoje há união de ideias. A minha exigência é a mesma mas a forma de me dirigir é diferente porque eles sabem o que quero. Todos os jogos são diferentes mas vivo os jogos da mesma forma. No banco, estou a ver coisas que ainda não aconteceram mas podem acontecer», disse em entrevista ao canal do clube.
David Luiz, Fábio Coentrão ou Enzo Pérez são exemplos do que Jesus chama de «jogadores do treinador» e tornou a explicar porque evocou o “Manel” para ocupar o lugar de Matic quando este rumou ao Chelsea: «Para ocupar aquela posição, é preciso ter uma ideia de jogo, ter qualidade e técnica para desenvolver aquelas funções. Quando disse que jogava o “Manel” queria dizer que qualquer um saberia o que fazer. Pode não ter as características de Matic – há poucos como ele naquela posição -, e não foi por ele ter saído que mudámos a nossa ideia de jogo.»

Fonte: A Bola

publicado por Benfica 73 às 11:14

Maio 30 2014
O treinador do Benfica, Jorge Jesus, confirmou que teve um convite do Milan, mas que preferiu ficar no Benfica, isto porque o colosso italiano não o entusiasmou.

É verdade que tive vários convites. Mas isso aconteceu por estar a treinar um grande Clube como o Benfica. É graças aos resultados que o Benfica tem feito internacionalmente, na Champions ou na Liga Europa. Sou um homem de palavra e com sentido de responsabilidade, nunca me passou pela cabeça sair do Benfica. O Milão não me entusiasmou e quando algo não me entusiasma é porque existe algo mais forte. Acredito que no Benfica posso apresentar mais resultados. Eu poderia sair para um clube que me desse mais estabilidade financeira, mas nunca pautei a minha carreira como treinador pelo dinheiro. Antes de chegar ao Benfica estive em clubes onde ganhava apenas para viver. Sempre que tive hipóteses de escolher um clube, escolhi-o pelo que achava melhor para a minha carreira e não pelo fator monetário», afirmou Jorge Jesus, em entrevista à Benfica TV.
Fonte: A Bola
publicado por Benfica 73 às 09:24

Maio 30 2014
Depois de uma época marcada pela conquista de três títulos – campeonato, Taça de Portugal e Taça da Liga -, o treinador do Benfica acredita que a fasquia estará mais alta na próxima temporada. Aponta à Supertaça e à conquista do bicampeonato.

«Há muito para ganhar no Benfica. Em Portugal, o único troféu que ainda não ganhei foi a Supertaça. Também quero ganhar dois campeonatos seguidos, algo que o Benfica não consegue há 30 anos. Esse é um dos objetivos que me move», disse em entrevista ao canal do clube, reconhecendo que «vai ser difícil» repetir os feitos alcançados na época 2013/14: «As exigências vão ser maiores porque vão fazer comparações.»

Jorge Jesus não espera rivais mais fortes apenas porque contrataram novos treinadores – Marco Silva para o Sporting e Julen Lopetegui para o FC Porto: «Não direi que vão estar mais fortes por terem esses treinadores. As estruturas desses clubes sabem que têm de criar equipas mais fortes para fazer frente ao poder do Benfica.»

Questionado se o Benfica é candidato a revalidar o título: «Claro, mesmo que não tivesse sido campeão, o Benfica era um dos favoritos. Conquistou o título e tem de o defender, é o favorito número um. Nos últimos cinco anos os rivais perceberam que, para competir com o Benfica, é preciso ter uma grande equipa. Caso contrário, não têm hipóteses.»
Fonte: A Bola
publicado por Benfica 73 às 09:19

Maio 29 2014

Jorge Jesus vai explicar, esta noite (21h30) em entrevista à Benfica TV, os motivos que o levam a continuar na próxima época no clube encarnado. Convicto do seu valor, o treinador reafirma que só pode ser avaliado nessa vertente.

"Não sou Eça de Queiroz. Têm de me julgar como treinador. Se sou bom ou não", refere no vídeo promorcional da entrevista já divulgado pelo Benfica.

Jesus fará também um balanço da temporada 2013/14 e levantará o "véu sobre vários momentos de vida".

A continuidade de Jesus foi confirmada terça-feira por Luís Filipe Vieira na entrevista dada à RTP.

Fonte: Record

publicado por Benfica 73 às 12:06

Maio 27 2014
Jorge Jesus vai manter-se no comando técnico do Benfica na próxima época, noticia A BOLA.
Ontem, numa reunião à tarde com Luís Filipe Vieira, treinador e presidente reforçaram a sintonia e deram mais um passo para a preparação da temporada 2014/2015.
Fonte: A Bola
publicado por Benfica 73 às 10:56

Maio 26 2014
Adriano Galliani, administrador do Milan, trouxe a Lisboa uma proposta de cinco milhões de euros por ano para convencer Jorge Jesus a deixar o Benfica e a assumir o comando técnico da equipa italiana.
O dirigente dos rossoneri esteve no Estádio da Luz no sábado para assistir à final da Liga dos Campeões e aproveitou para sondar o treinador português. 
Fonte: A Bola
publicado por Benfica 73 às 12:16

Maio 23 2014
A moda das `selfies´ pegou e parece que veio para ficar. Após os célebres registos de Obama e do final da cerimónia dos Óscares, chegou a vez das figuras mediáticas nacionais. 
Na inauguração de uma exposição de Paula Rego, esta quinta-feira, onde marcaram presença várias personalidades, Lili Caneças juntou-se ao treinador do Benfica, Jorge Jesus, para tirar uma `selfie´.
O registo fotográfico foi mais tarde divulgado no instagram da figura do jet-set, que quis guardar o momento para mais tarde recordar.
Fonte: A Bola
publicado por Benfica 73 às 12:22

Maio 23 2014
Jorge Jesus diz estar «extremamente apaixonado pelo Benfica» e lembra que tem mais um ano de contrato com o clube da Luz. Ainda assim, consciente de que no futebol o que hoje é verdade amanhã pode ser mentira, prefere não se alongar nos comentários sobre o seu futuro.

«Não esgota nada [n.d.r. o seu percurso no Benfica]. Não vamos entrar em especulações. Sabem que sou genuíno e sincero. Tenho um ano de contrato e estou extremamente apaixonado pelo Benfica, mas sei que na minha profissão as coisas mudam de um momento para o outro. Não quero que amanhã digam que ele disse uma coisa e depois fez outra», afirmou o treinador, esta quinta-feira, à margem da inauguração da nova exposição de Paula Rego na Casa das Histórias, em Cascais.

Uma coisa é certa: a preparação da temporada que se avizinha já está em curso.
«Vou encontrar-me com o presidente hoje durante muitas horas, para falarmos sobre a próxima época», indicou Jesus.
Fonte: A Bola
publicado por Benfica 73 às 09:49

Maio 15 2014
O treinador Jorge Jesus realçou que a sua equipa foi superior ao Sevilha e que custa perder uma final após o Benfica ter tido as melhores oportunidades de golo.

«Quando se perde é sempre difícil. Quando perdes nos 120 minutos, sabendo que és mais equipa, tens mais oportunidades de golos ainda custa mais, só que tens de aceitar, o futebol é assim. Agora, não vale a pena estarmos a olhar para trás», começou por dizer Jorge Jesus.

«Quero dar os parabéns aos jogadores, adeptos, porque fomos dignos. Não perdemos nenhum jogo exceto este e nem sempre a melhor equipa ganha. Quero dar os parabéns à equipa do Sevilha e também ao Beto, que teve influência, é português e conhece bem os nossos jogadores, mas temos de olhar para a frente e no domingo temos outra final», finalizou.
Fonte: A Bola
publicado por Benfica 73 às 10:26

Maio 14 2014
Jorge Jesus considera que o reconhecimento do percurso do Benfica nas provas da UEFA não está dependente da conquista da Liga Europa diante do Sevilha.

«O nosso segundo ano numa final europeia é o corolário das épocas que o Benfica tem vindo a fazer. Tentámos caminhar pela estrada que percorremos no ano passado. É uma satisfação voltar a estar na final da Liga Europa, trabalhamos para estar nas grandes decisões. O Benfica já venceu duas competições em Portugal e estamos focados e muito confiantes em vencer a terceira final», afiançou o treinador, em conferência de Imprensa.

A campanha das águias além-fronteiras nas últimas épocas confere «mais segurança e tranquilidade» à equipa, não transportando «muitos problemas para o plano emocional». «Mas não dá mais vantagens para ganhar ao Sevilha», ressalvou. 

«Sabemos que vamos encontrar um adversário forte, que já conquistou esta prova duas vezes. Vai ser um jogo bem disputado e não vejo que o Benfica seja favorito por ter disputado a final no ano passado», argumentou Jorge Jesus.

Provas dadas na Europa
Jorge Jesus está convicto que uma eventual derrota com o Sevilha, em Turim, em nada irá beliscar a imagem do Benfica aos olhos do mundo do futebol.

«Sentimos que o nosso trabalho é compensado. O Benfica não aparece aqui por acaso, estas presenças [nas finais] só reforçam a qualidade do trabalho e o prestígio. O nosso valor está conquistado, não é por ganharmos amanhã [quarta-feira] que vão olhar para nós de maneira diferente. Se vencermos, a única diferença é que levaremos a Taça para Lisboa», observou.
Fonte: A Bola
publicado por Benfica 73 às 09:31

Maio 13 2014
O treinador do Benfica mantém o discurso e reparte por completo o favoritismo com o Sevilha para a final da Liga Europa.
«Todas as equipas que chegam às finais têm de ter percurso de vitórias e isso é sempre sinónimo de qualidade. Tenho muito respeito por esta equipa do Sevilha, que tem a mesma legitimidade para sair como vencedora na final. O favoritismo é 50 por cento para cada lado», afirmou Jorge Jesus, em declarações prestadas ao site da UEFA.

O treinador falou ainda sobre a meia-final com a Juventus, considerando fundamental o facto de a equipa ter garantido antes o título de campeão nacional:

«O Benfica, pelo facto de ter alcançado esse êxito a três jornadas do fim, permitiu-nos jogar as meias-finais com alguma folga, não só tática mas também física e psicológica. Preparámo-nos muito bem para o jogo com a Juventus e esse fator, este ano, ajudou-nos a chegar às meias-finais muito mais fortes.»

Na entrevista fala também o treinador do Sevilha, Unai Emery, com discurso elogioso para com o Benfica:
«Têm dois grandes pontas-de-lança. O Cardozo, o Rodrigo, que combina muito bem com os outros. É uma equipa muito boa. Trabalham muito também. A sua defesa é forte e gosto de os ver jogar.»
Fonte: A Bola
publicado por Benfica 73 às 09:58

Maio 11 2014
Poucas horas depois de o diário L´Equipe ter dado como praticamente fechada a contratação de Jorge Jesus pelo Mónaco, o Canal+ noticiou que o português não será o treinador da equipa gaulesa na próxima época.
Segundo a mesma fonte, o sucessor do italiano Claudio Ranieri já está encontrado mas a escolha não recaiu em Jorge Jesus.
Fonte: A Bola
publicado por Benfica 73 às 12:36

Maio 10 2014

Jorge Jesus deverá estar mesmo a caminho do Monaco. A garantia é dada pelo jornal francês "L'Équipe" este sábado, que garante já haver um acordo para um contrato de dois anos entre o técnico dos encarnados e o milionário emblema do Principado.

Luís Campos, conselheiro desportivo do Monaco, ter-se-à reunido com Jesus esta sexta-feira em Lisboa e acertado todos os pormenores do contrato, que será de dois anos com mais um de opção.

Jorge Jesus é o segundo treinador português falado para o Monaco nos últimos dias. O primeiro foi Leonardo Jardim, que no entanto não terá reunido o consenso de Dmitry Rybolovlev, presidente dos monegascos, e Vadim Vasilyev, vice-presidente, que agora parecem totalmente favoráveis à contratação do atual técnico do Benfica.

O jornal francês avança ainda que o técnico português poderá ser apresentado oficialmente na quinta-feira, logo após a final da Liga Europa, agendada para quarta-feira às 19.45 horas, em Turim.

O Monaco terminou a Liga Francesa na segunda posição e vai regressar à Liga dos Campeões na próxima época, nove anos depois da última participação. Claudio Ranieri, atual técnico, está de saída, embora ainda não tenha sido confirmado oficialmente.

Fonte: Record

publicado por Benfica 73 às 10:30

Maio 09 2014

O treinador do Benfica diz não se iludir com o atual estado de graça que vive pelos resultados da equipa. Para Jorge Jesus, um treinador deve ter sempre a mala feita.

«O estado de graça do treinador nunca existe. Para mim, a minha mala está sempre feita. Sou muito convencido no meu valor, mas não me iludo», referiu Jorge Jesus, salientando:
«Trabalho sempre a pensar que hoje estou em estado de graça, mas amanhã não.»

Fonte: A Bola

publicado por Benfica 73 às 14:50

Maio 09 2014
Jorge Jesus juntou-se a Leonardo Jardim na lista de candidatos ao cargo de treinador do Mónaco na próxima época.
Segundo noticia a RMC Sport, dirigentes do clube monegasco encetaram já conversações com os treinadores de Benfica e Sporting, a fim de aquilatar a disponibilidade de ambos para suceder a Claudio Ranieri.

Além de Jesus e Jardim, também os argentinos Diego Simeone, do Atlético Madrid, e Mauricio Pochettino, do Southampton, constam da estrita lista de treinadores desejados para assumir o comando técnico da equipa gaulesa.

Jorge Jesus e Leonardo Jardim têm mais um ano de contrato com Benfica e Sporting, respetivamente.
Segundo a mesma fonte, e não obstante os sucessivos desmentidos por parte do clube, a saída de Claudio Ranieri do Mónaco no final da época é irreversível.
Fonte: A Bola
publicado por Benfica 73 às 09:59

Maio 08 2014

Após a conquista da quinta Taça da Liga para a história do Benfica, o treinador dos encarnados recordou a prestação da equipa na presente edição da prova.


«O Benfica fez uma Taça da liga irrepreensível, não sofremos golos nem derrotas», lembrou após o triunfo, por 2-0, sobre o Rio Ave: «Foi uma equipa organizada. Foi muito perigosa enquanto emocionalmente acreditou que podia discutir o jogo com o Benfica.»

Em declarações à TVI, o tema dos “fantasma” voltou a ser abordado: «O discurso tem de ser diferente. A Alemanha foi a seleção que mais vezes esteve em finais do Campeonato do Mundo mas só ganhou uma. Mas não deixa de ser um grande. Os melhor estão nas decisões mas só podem ganhar quando lá chegam. Ir a uma final é caçar fantasmas? Agora faltam duas finais. Sempre disse aos jogadores que temos de pensar jogo a jogo. Hoje temos o orgulho de dizer que é final a final.»

E no próximo ano? «Para o ano não sei. O importante é desfrutar este ano. Ganhámos o grande objetivo que era o campeonato. O meu objetivo é ganhar no Benfica. Ninguém nos pode tirar mérito pelo que fizemos na época passada. Este ano fomos pela mesma estrada, à procura do que fizemos no ano passado.»

Fonte: A Bola

publicado por Benfica 73 às 12:11

BENFICA 73
Janeiro 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30
31


comentários recentes
Viva o BenficaSaudações de UMA TETRA
O apoio financeiro a indivíduosOlá,Você está preso...
Get a Loan Today At 3% Interest Rate, contact us a...
Boa tarde,Gostaríamos de dar a conhecer o novo sit...
Boa tarde,Será possivel obter o contato do adminis...
A nível de centrais, apesar dos 2 jovens da equipa...
Caro Benfica73, Rebocho é lateral esquerdo de raiz...
Eu aceitava nos seguintes termos, um milhão à cabe...
Esta gentinha que se governa do futebol, fala de m...
E qual é o valor da cláusula? Parece que o PC está...
Incrível como o site notíciasaominuto não sabe que...
Não terão começado já a tentar desestabilizar o Be...
Apesar de tudo e contra tudo e contra todos (ontem...
O Benfica tem uma estrutura psicológica muito fort...
ATENÇÃO, MUITA ATENÇÃOVISTO NA NETE DEVE SER LIDO ...
OS PRÓPRIOS SPORTINGUISTAS LÚCIDOSE NÃO CARNEIROS ...
ACHO QUE MERECE JÁ UM POST, EM TODOS OS BLOGUES BE...
Com tal tirada sobre a falta de 'carácter', o padr...
Tanto quanto narra a história a Cinderela saiu ven...
Fosse eu a tratar deste assunto e se este está a d...

contador visitante