Dezembro 09 2012
O adiamento do jogo entre Sporting e Benfica foi matéria de debate nos últimos dias depois dos leões terem mostrado vontade em defrontar as águias apenas na terça-feira. A Liga negou a intenção dos de Alvalade e o derby realiza-se mesmo amanhã. E o que pensa Jorge Jesus deste tema?
«São situações que, na minha opinião, não fazem parte do trabalho do treinador. Tenho de perceber é a matéria que me envolve e mim e aos jogadores. Os regulamentos devem ser discutidos pelos departamentos de futebol que estão lá para trabalhar essas questões. É uma situação que me passa ao lado», afirmou Jesus, considerando que o Sporting não vai acusar o menor tempo de descanso. E apoia-se em Vercauteren para confirmar a sua teoria.
«O treinador do Sporting diz que está preparado para jogar em qualquer altura, com quatro dias de descanso, três, dois... Essa questão não se coloca», disse.
Fonte: A Bola
publicado por Benfica 73 às 16:59

Dezembro 09 2012
Jorge Jesus terminou há pouco a conferência de imprensa de antevisão ao jogo de segunda-feira, com o Sporting, desafio que o treinador benfiquista considera complicado, independentemente da situação classificativa dos dois clubes. Aliás, Jesus considera mesmo que as diferenças acentuadas entre ambos os conjuntos não terá importância nesta partida.
«Não esperava que o Sporting tivesse tantos pontos de desvantagem nesta passada. Entendo que o Sporting, além do passado desportivo, tem bons jogadores. Além disso, em jogos destes, não é a classificação que dá mais ou menos favoritismo a uma equipa. Espero um Sporting mais tranquilo emocionalmente e confiante porque vai defrontar o Benfica. Acho mesmo que o jogo com o Sporting vai ser dos mais difíceis em Portugal», disse o treinador.
Fonte: A Bola
publicado por Benfica 73 às 13:21

Dezembro 05 2012
Treinador contra informações durante a partida; no final, então sim, logo se vê se há boas notícias.
Uma das respostas mais rápidas e diretas de Jorge Jesus, treinador dos encarnados, durante a conversa com os jornalistas, surgiu quando lhe perguntaram se iria dar para dentro de campo notícias daquilo que se ia passando em Glasgow, onde o Celtic joga com o Spartak, não podendo 
perder, sob o risco de facilitar a vida aos encarnados.
«Não, não, no futebol tudo muda de um momento para o outro. Podemos dar informação aos jogadores - e Deus queira que aconteça o Spartak estar a ganhar -, e depois tudo se modificar. E em termos emocionais as coisas ainda ficam piores. Os meus jogadores têm de preocupar-se - e eu também o farei - com o resultado que temos no Barcelona-Benfica e se no fim do jogo tivermos uma boa novidade melhor ainda», explicou.
Fonte: A Bola
publicado por Benfica 73 às 14:50

Dezembro 05 2012
Ponto prévio. Jorge Jesus diz que o Benfica vai ter pela frente, esta quarta-feira, «a melhor equipa do Mundo». Salienta, contudo, que a qualidade do Barcelona não vai impedir os encarnados de jogar olhos nos olhos com os catalães, acreditando o treinador português na capacidade da equipa que orienta «para surpreender» o adversário em Camp Nou.

«A jogar contra o Barcelona, tendo em conta a sua capacidade de posse de bola, qualquer equipa passa a maior parte do tempo dentro da sua zona defensiva. Há que criar bons posicionamentos para saber passar por essa situação. As equipas que jogam contra o Barcelona são obrigadas a defender. Normalmente, o Barcelona tem 70 a 80 por cento de posse de bola», caracteriza Jorge Jesus, enumerando os atributos que as águias terão de apresentar no embate na cidade Condal. 

«Temos de ser uma equipa bem organizada defensivamente e fazer aquilo que somos capazes de fazer. Temos qualidade ofensiva e jogadores com qualidade individual para sair da zona de pressão, em momentos de perda de bola. Acreditamos naquilo que fazemos e no nosso valor. Vamos jogar contra a melhor equipa do mundo, mas acreditamos que podemos ter uma pontinha de sorte e que temos possibilidades de surpreender o Barcelona em alguns momentos do jogo», indicou.
Fonte: A Bola
publicado por Benfica 73 às 12:00

Dezembro 05 2012
Sem poder contar com Aimar, Carlos Martins, Enzo Pérez e Salvio para o encontro com o Barcelona, Jorge Jesus diz ter a máxima confiança em todos os jogadores que integram o plantel do Benfica e garante que quem subir ao relvado de Camp Nou tudo fará para alcançar um resultado positivo no ´tudo ou nada` das águias na Liga dos Campeões.

«Em situações normais, Pablo Aimar, Carlos Martins, Enzo Pérez e Salvio são titulares no Benfica. Não vimos na máxima força mas acreditamos em todos os jogadores. Tem sido essa a ideia do Benfica, esta época. Todos são importantes e o mais importante são os jogadores que temos aqui e é com eles que vamos lançar o jogo com o Barcelona. Temos a máxima confiança em todos», sublinhou o treinador dos encarnados, em conferência de Imprensa.

À revolução operada por Tito Vilanova na convocatória do Barcelona - Iniesta, Xavi, Mascherano, Pedro, Jordi Alba e Fàbregas ficaram de fora por opção, enquanto Daniel Alves e Alexis Sanchez recuperam de problemas físicos -, contrapôs Jesus lembrando que «o Benfica também tem quatro jogadores importantes de fora».

«Essa questão não se põe. As duas equipas têm um plantel muito forte e com qualidade. Nesse aspeto, as forças estão equilibradas. Temos de dar uma resposta com os jogadores que temos», realçou.
Fonte: A Bola
publicado por Benfica 73 às 08:52

Outubro 05 2012
O treinador do Benfica considera que será preciso algo mais para superar este sábado (20.30 horas) o Beira-Mar, na Luz, encontro referente à 6.ª jornada da Liga.
«Espero um Benfica criativo e muito forte em termos ofensivos. Por vezes, os adversários complicam porque conhecem a nossa estratégia. Por isso, queremos que a equipa seja criativa, não só do ponto vista tático, mas também técnico porque temos jogadores para fazerem a diferença. É isso que estamos á espera», disse Jorge Jesus em conferência de Imprensa de antevisão ao jogo com a equipa aveirense:

«Quando jogamos contra a maioria das equipas do nosso campeonato, a classificação não diz muito, porque sabemos que todos, quando vêm jogar à Luz, vêm, como é normal, com intenção de privilegiar o contra-ataque e jogar fechados. O Beira-Mar é uma equipa que nos cria alguns problemas no Estádio da Luz – já veceram aqui mais de uma vez - mas somos muito fortes em casa e queremos resolver as coisas, com maior ou menos dificuldade.»

Jorge Jesus assegurou ainda que a equipa está física e psicologicamente recuperada do intenso embate europeu com o Barcelona, da passada terça-feira:
«Psicologicamente? Com certeza, em função dos jogos que temos vindo a apresentar no início da época. Fisicamente também porque temos os dias necessários para recuperar. Temos tudo para fazer um bom jogo com o Beira-Mar. O objetivo é somar os três pontos e, para isso, temos de apresentar um jogo de qualidade. Será um adversário muito fechado e temos de arranjar forma de superiorizar-nos e fazer golos.»

O embate com os aveirenses será o primeiro após o desaire europeu com o Barcelona. A equipa treina durante a manhã desta sexta-feira, no entanto, a lista de convocados só será divulgada amanhã, no dia do jogo.
Fonte: A Bola
publicado por Benfica 73 às 13:03

Setembro 22 2012
O treinador do Benfica, Jorge Jesus, acaba de fazer, em conferência de imprensa, a antevisão ao jogo de amanhã, em Coimbra, frente à Académica.

Na ressaca do empate em Glasgow, diante do Celtic, na estreia na Liga dos Campeões, o técnico dos encarnados vira atenções para o campeonato, reafirmando que o grande objetivo do Benfica este ano é... interno.

«Temos feito tudo para dizer aos nossos jogadores que o grande objetivo este ano é o campeonato nacional e temos de mostrar em Coimbra o mesmo nível motivante que mostrámos com o Celtic. Temos a noção das dificuldades, mas a confiança de que somos um dos candidatos à vitória deste campeonato. Este ano temos de ser fortes candidatos ao título», afirma Jorge Jesus, que voltou a comentar as mudanças no plantel motivadas pelo mercado, nomeadamente com as saídas de Javi Garcia (Manchester City) e Witsel (Zenit):

«Temos de olhar em frente e perceber que temos de formar jogadores e potenciá-los. É aquilo que o Benfica tem feito. Desde que estou no clube têm sido criadas mais-valias.»

E quem perdeu mais, FC Porto ou Benfica? «Quem perdeu foi o futebol português que viu sair dois jogadores determinantes nas duas equipas. Não sei dizer qual a equipa que perdeu mais», respondeu Jesus, que dá a cara pela equipa e... pelas regras do jogo.

«É este o meu trabalho e tenho de aceitar as regas do jogo, estar pronto para estes desafios. Em Glasgow alinharam jogadores que não esperariam e corresponderam. Temos de nos adaptar porque as dificuldades do país também estão no futebol», acrescentou o treinador dos encarnados.
Fonte: A Bola
publicado por Benfica 73 às 10:55

Setembro 18 2012
O treinador do Benfica não nega a importância e o valor de Luisão, mas garante que a equipa vai estar preparada para lutar pela vitória na estreia na fase de grupos da Liga dos Campeões, esta quarta-feira, em Glasgow, frente ao Celtic.

«Estávamos e estamos preparados para todos os cenários. Ninguém vai negar o valor do Luisão, até pelo conhecimento que tem da equipa, mas temos outros jogadores e temos vindo a preparar tudo para quando isto viesse a acontecer», afirmou Jorge Jesus, garantindo estar perfeitamente tranquilo quanto à resposta da equipa.

A expectativa será, portanto, fazer um bom jogo e entrar da melhor forma na fase de grupos da Champions: «O Benfica, desde que sou treinador, tem estado sempre inserido na Champions e já temos alguma experiência nesta competição. Este é um grupo em que as equipas têm todas as mesmas possibilidades quanto ao apuramento, por isso será importante começar com uma vitória.»
Fonte: A Bola
publicado por Benfica 73 às 20:31

Setembro 01 2012
Jorge Jesus terminou há minutos a conferência de imprensa de antevisão ao jogo com o Nacional, encontro com os jornalistas em que se falou muito pouco da partida com os madeirenses, abordando sobretudo questões relacionadas com o mercado de transferências. E, nesse sentido, Jesus está obviamente satisfeito com a contratação de Lima, deixando no ar a possibilidade de, por vezes, poder vir a juntar o brasileiro a Cardozo.

«Agora temos os dois melhores e maiores goleadores da época passada. Cardozo e Lima são goleadores apesar de seres diferentes um do outro. Queremos montar uma equipa com várias nuances, mas sempre com muita qualidade. Estamos todos em sintonia e daí a decisão de contratar Lima», confidenciou Jorge Jesus, lembrando:

- Se me perguntarem se dois guarda-redes podem jogar a ponta-de-lança, digo que não. As pessoas que não trabalham connosco têm uma ideia de que se coloca o Manel e o Joaquim e já está. Tudo funciona. Não é assim. O futebol tem muita ciência e trabalho. São jogadores diferentes, mas podem jogar juntos.
Fonte: A Bola
publicado por Benfica 73 às 10:07

Agosto 26 2012
O treinador do Benfica, Jorge Jesus, ficou admirado pelos empates de FC Porto e Sporting, na primeira jornada da Liga. 
Os três grandes partem para a segunda ronda em igualdade pontual, o que atenuou a igualdade do Benfica com o SC Braga. Para Jorge Jesus, os resultados da primeira jornada mostram o equilíbrio do Campeonato.
«Já esperava um Campeonato muito equilibrado e difícil para quem joga para os primeiros lugares, não é surpresa. Fomos os primeiros a jogar, não esperava que os nossos rivais pudessem perder pontos. Foi bom para nós, começámos todos com um ponto e o nosso resultado foi um mal menor», analisou o treinador do Benfica.
Este domingo, o Benfica joga com o V. Setúbal, no Bonfim. Um campo tradicionalmente complicado, avisa Jorge Jesus. Mas o treinador quer a primeira vitória na Liga.
«Jogamos todos os jogos para vencer, estamos confiantes e vamos ficar mais fortes de jogo para jogo. O V. Setúbal é uma equipa tradicionalmente difícil, costuma criar dificuldades aos grandes e o Benfica também as vai ter», afirmou Jorge Jesus.
Fonte: A Bola
publicado por Benfica 73 às 09:25

Agosto 25 2012
Sem nunca referir o nome de Eliseu, o treinador do Benfica, Jorge Jesus, admitiu que o alvo para o lado esquerdo da defesa está identificado. Jesus espera contar com o reforço o mais rápido possível.
«Temos um alvo, um jogador que achamos que nos pode ajudar. Ao longo destes meses temos andado a tentar contratá-lo», admitiu o treinador do Benfica.
Caso as negociações por Eliseu falhem, admite Jorge Jesus, o Benfica não se irá reforçar para a posição. 
«Não vamos contratar um lateral esquerdo só por contratar. Se o alvo não for conseguido, temos soluções dentro do clube», completou.
O encerramento do mercado de transferências aproxima-se. Jorge Jesus espera não perder jogadores até 31 de agosto. O treinador do Benfica recusou comentar as possíveis saídas de Hulk e de João Moutinho, jogadores do FC Porto.
«Estou preocupado com os meus jogadores e não com os do FC Porto», vincou.
Fonte: A Bola
publicado por Benfica 73 às 19:37

Agosto 25 2012
Melgarejo está clinicamente apto para o jogo deste domingo, com o V. Setúbal e Jorge Jesus espera utilizar o paraguaio no Bonfim.
O treinador do Benfica voltou a falar sobre a exibição de Melgarejo com o SC Braga, onde o paraguaio marcou um golo da própria baliza e errou no segundo golo dos minhotos. Para Jorge Jesus, Melgarejo falhou a nível técnico. Mas tacticamente cumpriu.

«Se analisarem, o Melgarejo falhou em tática ou técnica? O que acham? Foi técnica! Não teve nada a ver com um problema defensivo, teve a ver com a decisão técnica. O Melgarejo esteve muito bem defensivamente com o SC Braga. Viram o Alan ganhar-lhe algum lance individual? Ele esteve impecável defensivamente. Temos confiança no jogo dele, é um miúdo inteligente e tem vindo a crescer», afirmou Jorge Jesus, este sábado, no Seixal.

O treinador do Benfica voltou a comparar Melgarejo com Fábio Coentrão e pede paciência ao universo benfiquista.
«Eu mostro os recortes do Fábio Coentrão, um jogador que demorou cinco, seis meses a ser lateral esquerdo. O Melgarejo vai em oito semanas. É um jogador de futuro, mas estas situações pagam-se caro. Se fosse um avançado não tinhas tantos problemas», referiu Jorge Jesus.
Fonte: A Bola
publicado por Benfica 73 às 16:53

Agosto 17 2012
O treinador do Benfica, Jorge Jesus, considera que o plantel do Benfica tem «mais quantidade de bons jogadores e facilidade de escolha, em especial nas alas». «Mais fortes temos de provar em campo», juntou, lançando já o jogo de estreia na Liga, amanhã, frente ao Sporting de Braga.

«Por muita experiência que tenhamos, há sempre alguma ansiedade antes de uma estreia. Mas estamos unidos, são quatro anos a trabalhar juntos, já nos conhecemos bem». 

Elogiando o Sporting de Braga - «um candidato ao título» - o treinador encarnado fez um apelo aos adeptos:
«O inferno na Luz é mesmo o inferno da Luz quando adeptos e equipa estão em comunhão. Temos proporcionado nas últimas épocas grandes espetáculos e voltamos a contar com o apoio de todos. Fica mais fácil quando nos empurram para as vitórias», frisou.
Fonte: A Bola
publicado por Benfica 73 às 21:19

Agosto 17 2012
O treinador do Benfica, Jorge Jesus, garantiu hoje que as gargalhadas que trocou com Javi Garcia, após o incidente entre Luisão e o árbitro do jogo com o Fortuna de Dusseldorf, não devem ser interpretadas como falta de respeito em relação à situação e ao juíz da partida.

«Esta a comentar com o Javi - numa altura em que ainda não se sabia que o jogo iria ser interrompido - que o iria substituir por outro jogador sem o árbitro dar por isso para evitar o cartão. Rimo-nos, nada mais do que isso», frisou.

Em relação à questão de fundo, Jorge Jesus garantiu que «o Luisão só está com a cabeça no jogo com o Braga». 
«Não vale a pena falar em «ses» e já disse o que tinha a dizer sobre o assunto. O Luisão está convocado e vai jogar», juntou o treinador encarnado, não especulando sobre qualquer eventual tomada de posição para hoje por parte do Conselho de Disciplina da Federação.
Fonte: A Bola
publicado por Benfica 73 às 13:27

Abril 29 2012
Jorge Jesus diz que a deslocação a Vila do Conde é tradicionalmente difícil para os três grandes, ao que acresce o facto de o Rio Ave não estar ainda a salvo da despromoção.
«O Rio Ave ainda está em perigo. Os jogos no Estádio dos Arcos normalmente são difíceis para os grandes, há muito vento e isso dificulta imenso o jogo. Espero que não aconteça este fim de semana», deseja, alertando: «O Rio Ave é uma equipa forte em casa e vai criar-nos dificuldades, porque sente que tem possibilidades de pontuar».
Fonte: A Bola
publicado por Benfica 73 às 04:49

Abril 28 2012
Jorge Jesus diz que o Benfica vai lutar pelo título enquanto as contas do campeonato ditarem essa possibilidade. 
«Temos de fazer a nossa obrigação e vencer o Rio Ave. Se o nosso rival pelo título vencer [n.d.r. referindo-se aos jogo do FC Porto nos Barreiros, com o Marítimo] fica mais difícil, mas há sempre uma possibilidade. Enquanto for matematicamente possível não vamos desistir. O futebol surpreende-nos», argumenta o treinador dos encarnados, lembrando que «há quatro semanas o Braga contava estar a lutar pelo título com o Benfica e com o FC Porto, ninguém esperava que perdesse estes pontos». 

Jesus descarta, por isso, que o orgulho seja o “motor” da equipa na reta final do campeonato.
«O Benfica quer vencer os últimos três jogos pela responsabilidade que tem face ao momento do campeonato. Faltam três jogos e ainda temos uma réstia de esperança em alcançar o primeiro lugar. Temos responsabilidade de vencer todos os jogos até ao fim. Temos obrigação de jogar sempre para ganhar», realça, frisando: «Os jogadores têm demonstrado nos treinos que estão supermotivados, fizeram um excelente jogo com o Marítimo».

«Trabalhamos sempre com paixão, é assim que encaro esta profissão, com sentido de responsabilidade. Representamos o maior clube português e estamos sempre pressionados a ganhar», constata.
Fonte: A Bola
publicado por Benfica 73 às 19:47

Abril 21 2012
O treinador do Benfica insiste que, enquanto for possível, vai continuar a acreditar que é possível recuperar o primeiro lugar.
«Ainda temos objetivos a conquistar. Houve uma altura em que estivemos focados no campeonato e Champions, agora direcionámo-nos para o campeonato. Continuamos com a mesma ambição e responsabilidade que tínhamos quando estávamos em primeiro mas, agora, corremos de forma diferente», disse Jorge Jesus em conferência de Imprensa.

«Faltam quatro jogos, temos muitas responsabilidades e objetivos. Ainda temos possibilidades de chegar ao primeiro lugar, sabemos que é difícil mas, enquanto for possível, vamos acreditar», prosseguiu, analisando depois o adversário deste sábado.

«O Marítimo é uma das equipas surpresa do campeonato, que tem o objetivo de ficar entre os cinco primeiros classificados e que teve tempo para recuperar e apresentar-se em excelentes condições neste jogo. Surpresas táticas? Estamos no fim do campeonato e as ideias estão sem segredos. Vai ser um jogo difícil mas sem surpresas táticas.»

Jesus falou sobre o horário (17 horas) do jogo para a receção ao Marítimo: «É bom para as famílias. Também é um jogo em que há muito para conquistar. Pelo horário e pela responsabilidade do jogo, espera-se uma boa partida e uma boa assistência.»
Fonte: A Bola
publicado por Benfica 73 às 07:56

Abril 13 2012
Primeiro não respondeu, à segunda, e apesar de ressalvar que a pergunta nada tinha a ver com a final da Taça da Liga, amanhã, em Coimbra, diante do Gil Vicente, o treinador do Benfica lembrou que o seu futuro no Benfica não pode se analisado apenas com base na presente temporada.

«A verdade é a soma das partes. Mas essa pergunta deve ser colocada às pessoas que mandam e têm responsabilidade no Benfica. Se quisermos avaliar por este ano é importantíssimo ganhar esta é competição», afirmou Jorge Jesus.

Pressão? A normal assegurou o treinador dos encarnados.
«A pressão advém da responsabilidade. Fomos eliminados da Taça de Portugal, na Champions conseguimos atingir os objetivos desportivos e financeiros a que nos propusemos, temos uma palavra a dizer no campeonato e estamos na final da Taça da Liga. Que queremos vencer», assegurou.
Fonte: A Bola
publicado por Benfica 73 às 14:14

Abril 09 2012
As nomeações dos árbitros não vão ser conhecidas até final da época. A situação não incomoda Jorge Jesus que, com boa dose de humor, diz que os jogos da eliminatória com o Chelsea, para a Liga dos Campeões, lhe fez ver o valor dos árbitros portugueses.
«O árbitro é indiferente. Mas esta situação, de não ser conhecido antes do jogo, pode ser positiva porque transmite maior tranquilidade. Mas depois de analisar esta eliminatória, com o Chelsea, só tenho de dizer bem dos árbitros portugueses. Esta eliminatória com o Chelsea deu-me a entender que em Portugal há bons árbitros», considerou.
Fonte: A Bola
publicado por Benfica 73 às 08:05

Abril 08 2012
Jorge Jesus já fez a antevisão do jogo de amanhã, com o Sporting. O treinador mostrou crença inabalável numa vitória em Alvalade, dizendo que, se a equipa apresentar a atitude demonstrada no jogo com o Chelsea, em Londres, e também com o SC Braga, na Luz, então o triunfo estará mais próximo.

«Quero, em termos de atitude e qualidade, um Benfica igual ao do jogo de Londres e, também, similar ao do desafio com o SC Braga, na Luz. Fizemos dois jogos com grande qualidade, vencendo um e outro não. Mas ficaram coisas muito positivas desses dois jogos e é enquadrando essa realidade que vamos para o jogo com o Sporting, sempre com o pensamento na vitória», disse Jorge Jesus, elogiando, também, o recente comportamento do conjunto de Alvalade na Liga Europa:

- O respeito que agora tenho pelo Sporting é o mesmo que antes da entrada de Sá Pinto. O Sporting, na Liga Europa, pode chegar à final, feito importante, mas também com alguma influência do treinador que esteve antes. O Sporting tem boa equipa e bons jogadores.

Quanto à responsabilidade na partida de amanhã... «Estes jogos têm sempre uma grande dose de rivalidade. Se quiser, temos um pouco mais de responsabilidade, mas só porque lutamos pelo primeiro lugar. E isso é bom. O Sporting vai fazer de tudo para ganhar ao Benfica, e nós vamos fazer o mesmo para não descolar do FC Porto», disse.
Fonte: A Bola
publicado por Benfica 73 às 21:26

Março 30 2012
Para colmatar as ausências de Ezequiel Garay e Jardel, lesionados, o treinador do Benfica, Jorge Jesus, revelou, esta sexta-feira, que poderá utilizar o médio espanhol Javi García a defesa-central frente ao SC Braga.

«Não gosto muito de mexer atrás, naqueles três ou quatro jogadores, mas sou obrigado a mudar. Tenho outras alternativas para a posição. Já o fizemos noutros jogos, pelo que Javi poderá jogar a central. Ele antes de vir para o Benfica jogou a central e essa situação foi trabalhada durante a semana», revelou Jorge Jesus.
Fonte: A Bola
publicado por Benfica 73 às 18:33

Março 30 2012
O treinador do Benfica, Jorge Jesus, não tem dúvidas. A partida, de sábado, no Estádio da Luz, frente ao SC Braga será «importantíssima» na decisão do título.

«O mais importante é falar do jogo. Espero um jogo bem disputado com qualidade e com duas equipas a jogarem sem truques. Isso é que é importante e é para isso que os espectadores pagam os seus bilhetes. Vamos destacar as coisas boas do jogo», afirmou Jorge Jesus, em conferência de imprensa.

O treinador do Benfica também apelou à presença dos adeptos nas bancadas do Estádio da Luz: «Os adeptos do Benfica têm sido importantes e esgotaram os bilhetes frente ao Chelsea. Depois, quando o Benfica estava a perder os adeptos ajudaram muito a equipa e demonstraram que acreditavam em nós. Se nos tivermos o estádio composto os jogadores do Benfica vão ter mais força e tem muita importância em termos emocionais. Tanto para os jogadores do Benfica como para o SC Braga. É um jogo importantíssimo para o primeiro lugar».
Fonte: A Bola
publicado por Benfica 73 às 15:21

Março 27 2012
Se estivesse no lugar de Di Matteo, Jorge Jesus aproveitaria o facto de David Luiz e Ramires terem representado o Benfica para procurar informar-se sobre a equipa portuguesa.

«Se eu estivesse no lugar dele, perguntava aos jogadores. Não sei se o vai fazer. O Chelsea tem também o Paulo Ferreira e o Hilário, portanto são quatro jogadores que já trabalharam comigo e que sabem muitas das minhas ideias», refere Jesus, considerando que o treinador italiano «foi inteligente» se procurou falar com os dois internacionais brasileiros.

«Os jogadores são o suporte do treinador», justifica, ressalvando, porém, que os encarnados têm agora «muitos argumentos que David Luiz e Ramires não conhecem». 

«O futebol é criatividade e imprevisto constante, quer técnica quer taticamente. Muitas vezes os jogadores ditam a diferença através das suas execuções individuais», aponta, atirando: «Espero que o Benfica o faça amanhã [terça-feira], pois tem jogadores com qualidade para isso».
Fonte: A Bola
publicado por Benfica 73 às 10:09

Março 27 2012
Convicto de que a eliminatória será decidida em Stamford Bridge, Jorge Jesus diz que o Benfica tem de fazer «um jogo perfeito» se quiser superar o Chelsea no Estádio da Luz.

«Tem de ser um Benfica forte, pois vai jogar contra uma equipa também muito forte. Todas as equipas que estão nos quartos de final têm de ter muita qualidade. Teremos de fazer um jogo perfeito, do ponto de vista defensivo e ofensivo. Temos de ter uma noite inspirada para que o objetivo de vencer seja uma realidade», afirma o treinador das águias, para quem o registo de dez jogos sem derrotas caseiras nas provas da UEFA «é sinónimo do que a equipa tem feito na Liga Europa e na Champions». 

«Por isso é que o Benfica tem chegado longe, mas quanto mais longe chegas mais fortes são os adversários. Sabemos que somos muito fortes no nosso Estádio, mas o nosso adversário tem muita experiência nestas andanças», nota, reforçando: O Chelsea é uma equipa com muito valor, das melhores do campeonato inglês e corre por um objetivo ao qual está mais habituado do que nós».

Questionado se o empate do FC Porto em Paços de Ferreira foi um tónico importante na preparação do compromisso europeu, Jorge Jesus realça que o campeonato é uma prova completamente diferente.

«Uma coisa nada tem a ver com a outra. Esses jogos não vão interferir em nada em relação ao jogo de amanhã [terça-feira], tanto pela positiva como pela negativa. Os jogadores têm sempre máxima concentração e um prazer muito grandes por atuar nestas partidas, que se disputam com uma intensidade muito alta, deixando um desgaste físico e emocional muito fortes», justifica.

‘Quartos’ sem favoritos
Jorge Jesus diz que as equipas que disputam os quartos de final da Liga dos Campeões têm a mesma percentagem de êxito na eliminatória.
«Nesta altura não há favoritos. Ninguém vai resolver a eliminatória no primeiro jogo. As coisas podem ficar mais facilitadas em função do resultado, mas nada ficará decidido. Estamos no limite do risco», justifica, argumentando que o Benfica já demonstrou na presente edição da ligamilionária que é «uma equipa experiente».

«Não podemos entrar com ansiedade nem procurar o golo de qualquer maneira. Temos qualidade para marcar a qualquer momento do jogo», indica.
Fonte: A Bola
publicado por Benfica 73 às 00:46

Março 26 2012

Jorge Jesus desconhece qual a motivação de Didier Drogba na reação ao resultado do sorteio da Champions, porém, diz que o Benfica tudo vai fazer para mostrar ao avançado do Chelsea que não tinha razão para celebrar.

«Só o Drogba sabe o que pensou, não sei se ironizou sobre o valor do Benfica. Não tem motivos para ironizar sobre o valor do Benfica nem do futebol português», justifica o treinador dos encarnados, recordando que «Benfica e Sporting eliminaram Manchester United e Manchester City, os dois primeiros classificados do campeonato inglês» 

«Ninguém tem dúvidas do valor do futebol português», sublinha, deixando a promessa: «Os jogadores do Benfica e o Benfica darão a sua reposta dentro de campo, demonstrando que são melhores que o Drogba e que o Chelsea».

Fonte: A Bola

publicado por Benfica 73 às 19:29

Março 22 2012
Jorge Jesus frisou, esta quinta-feira, que no Benfica não se treinam bloqueios. Para o treinador dos encarnados, tudo se resume a uma estratégia que visa condicionar o jogo da sua equipa, à imagem, sustenta, do que aconteceu no passado com Aimar e Saviola.

«O treinador do FC Porto falou sobre essa questão depois do jogo, como estratégia. No passado, o Aimar e o Saviola atiravam-se para a piscina dentro da grande área e, com disso, já fomos penalizados em Coimbra [n.d.r. referindo-se a uma alegada falta cometida sobre o número dez no interior da grande área, no empate sem golos com a Académica, na 20.ª jornada da Liga]. A ideia, agora, é a mesma», argumenta, reiterando o que já havia afirmado após o jogo do campeonato com o FC Porto: «No futebol não há bloqueios, nas leis do jogo não existe a palavra bloqueio».

«O que há é antecipações, diretas ou de espaço», explica Jesus, que vislumbra uma estratégia que tem por objetivo coartar «a qualidade da equipa do Benfica nos lances de bola parada».

«Os nossos jogadores são agarrados e puxados, principalmente o Luisão e o Jardel. O Benfica tem sido o grande prejudicado, da forma como querem parar o Luisão. No lance do segundo golo [n.d.r. no jogo da Taça da Liga com o FC Porto] o Luisão está a ser agarrado por dois jogadores do FC Porto», aponta.

«Não treinamos bloqueios, nem sei do que se trata. Isso é do basquetebol», afirma o treinador dos encarnados, admitindo que diz aos jogadores «que têm de arranjar maneira de não serem agarrados».

Para Jorge Jesus, a importância atribuída aos pretensos bloqueios feitos pelos jogadores do Benfica faz parte de uma estratégia «que já deu frutos com Aimar e Saviola, mas que agora já está muito gasta».
Fonte: A Bola
publicado por Benfica 73 às 21:33

Março 19 2012
Na antevisão às meias finais da Taça da Liga com o FC Porto, o treinador do Benfica considera que os encarnados são, neste momento, uma equipa mais pressionada por se encontrarem em mais frentes que o rival nortenho. Jesus afirma que clássico pode decidir-se na inspiração dos jogadores.

«Não existe muita diferença entre duas equipas que, taticamente, se conhecem muito bem. Pode haver um ou outro pormenor de estratégia mas a diferença poderá estar em momentos de inspiração dos jogadores. A qualidade pode fazer a diferença e espero que amanhã sejam os jogadores do Benfica os mais inspirados», disse Jorge Jesus na antevisão ao jogo.

O treinador reconhece que, neste momento, o Benfica está sob maior pressão que os rivais por se encontrar em três frentes: campeonato, Taça da Liga e Liga dos Campeões. 

«Temos menos tempo para preparar o campeonato enquanto os nossos rivais, o Porto e o Braga, só jogam de semana a semana. É um fator que condiciona mas é também um pormenor positivo porque só as boas equipas chegam onde o Benfica está.»

Por isto, Jesus reconhece a necessidade de fazer gestão do plantel: «O Benfica tem mais necessidade de rodar a equipa que o Porto. Nós temos mais uma competição, vamos fazer cinco jogos em 20 dias. O tempo de recuperação para o Olhanense é curto e o jogo com o Porto enquadra-se nessa ideia: tentar gerir a capacidade física dos jogadores nestes dois jogos e traçar uma estratégia, sem desvalorizar esta meia-final.»
Fonte: A Bola
publicado por Benfica 73 às 23:41

Março 19 2012

O treinador do Benfica desvaloriza o facto de ter saldo negativo nos duelos com o FC Porto, não menospreza a Taça da Liga mas sublinha que a prioridade dos encarnados é o campeonato.

«Saldo negativo? Já ganhei muitos jogos ao Porto, também já perdi muitos. Isso não afeta nada. Desde que cheguei ao Benfica que o Porto tem sido o nosso principal rival, com quem temos disputado todos os títulos em Portugal. Este é mais um título para decidir. A nossa ideia é continuar a ganhar e, sabendo que já perdemos na Luz com o FC Porto, também já vencemos», disse na antevisão ao jogo de amanhã da Taça da Liga, recusando a ideia de que este jogo servirá para desforrar a derrota para o campeonato, no início do mês.

«Para nós não é uma desforra. Cada jogo tem uma história e esse faz parte do passado. O que é importante é fazer um jogo de acordo com o que temos vindo a fazer. Vencendo, podemos discutir mais uma final, a terceira nesta competição. Trabalhamos para lutar pelos nossos objetivos, este é um deles, mas o campeonato é o mais importante. (...) Porto desvaloriza a Taça da Liga? Para o Benfica o mais importante é o campeonato, para o Porto também deve ser. Se puder ganhar os dois, melhor, e vamos tentar fazê-lo, mas, não querendo desvalorizar a Taça da Liga, a prioridade é o campeonato.»

Sobre o ciclo decisivo na reta final da época: «A margem do Benfica é pouca, assim como é a todas as equipas que chegam a patamares de decisões importantes. Estamos ainda na luta pelaChampions e pelo campeonato, isto é uma valorização da equipa e são momentos decisivos. Queremos continuar em todas as frentes e quanto mais eliminatórias passarmos melhor. É um sinal positivo e os jogadores do Benfica também o sabem.»

Fonte: A Bola

publicado por Benfica 73 às 18:06

Março 16 2012
O Benfica defronta na sexta-feira o Beira-Mar, na terça tem novo clássico pela frente, recebendo o FC Porto na Luz. Jorge Jesus, contudo, rejeita qualquer poupança, até porque lembra que os encarnados não podem perder pontos na competição.

«A partir de agora faltam poucos jogos para o final do campeonato e os três da frente estão numa posição em que não podem perder pontos. Este vai ser um jogo difícil, como está provado que todos são neste campeonato. Esperamos que possamos fazer a diferença dentro do relvado, com o apoio dos nossos adeptos fora dele», começou por dizer o treinador do Benfica, rejeitando depois qualquer tipo de poupança:

«Temos pouca margem de recuperação, uma vez que depois também vamos jogar na sexta-feira com o Olhanense. Mas não vamos entrar no jogo a pensar no clássico. Vamos pensar jogo a jogo e o mais importante agora é vencer o Beira-Mar.»

Jorge Jesus prevê, de resto, luta muito renhida até ao final do campeonato. «Os nossos adversários também esperam que nós possamos perder pontos. Vai ser uma luta muito forte e equilibrada. Só o campeonato alemão e o português têm três equipas a lutar pelo título, o que demonstra a competitividade que existe no nosso campeonato. Estamos todos à espera que os outros percam pontos, mas esperamos que possamos jogar dentro da qualidade que demonstrámos com o Zenit, que foi o último jogo que fizemos no nosso estádio, e possamos vencer o Beira-Mar.»

«É uma equipa difícil, muito rápida na frente. Tem alguns jogadores que já passaram no Benfica, como o Balboa, que vai querer fazer um bom jogo. Vamos ter de estar com muita humildade e respeito pelo adversário», referiu, sobre o adversário desta sexta-feira.
Fonte: A Bola
publicado por Benfica 73 às 14:06

Março 15 2012
Um dos árbitros auxiliares do último clássico disputado na Luz, Ricardo Santos, vai apresentar queixa sobre as declarações de Jorge Jesus. Porém, o treinador do Benfica garante que nunca se vai calar sempre que estiver em causa os interesses do clube da Luz.

«Apresentei o facto real, sobre um lance de bola parada, sem por em causa a honestidade do árbitro auxiliar, mas que todos viram. Sou treinador do Benfica para defender os interesses do clube e penso que vivo num País em que ninguém está acima da crítica. O presidente da República é criticado e eu também sou quando as coisas não correm bem. Porque os árbitros não podem ser criticados?», questionou o treinador do Benfica.

Jorge Jesus disse, no final do encontro com o FC Porto, que o árbitro assistente da equipa liderada por Pedro Proença viu que Maicon estava fora-de-jogo no lance que valeu o golo da vitória dos azuis-e-brancos. «Não marcou porque não quis. Ele viu tudo e, na consciência dele, sabe perfeitamente que estavam em fora de jogo», acusou o treinador do Benfica, declarações que poderão agora valer castigo a Jorge Jesus.

Porém, o treinador diz agora que tem o direito de criticar: «Muitos árbitros nasceram depois de 1974 e não sabem o que é o 25 de abril, mas eu ainda sou desse tempo. Conquistámos nessa altura para nos podermos expressar e sempre que o puder fazer vou faze-lo. Não me vou calar.»
Fonte: A Bola
publicado por Benfica 73 às 17:53

BENFICA 73
Janeiro 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30
31


comentários recentes
Viva o BenficaSaudações de UMA TETRA
O apoio financeiro a indivíduosOlá,Você está preso...
Get a Loan Today At 3% Interest Rate, contact us a...
Boa tarde,Gostaríamos de dar a conhecer o novo sit...
Boa tarde,Será possivel obter o contato do adminis...
A nível de centrais, apesar dos 2 jovens da equipa...
Caro Benfica73, Rebocho é lateral esquerdo de raiz...
Eu aceitava nos seguintes termos, um milhão à cabe...
Esta gentinha que se governa do futebol, fala de m...
E qual é o valor da cláusula? Parece que o PC está...
Incrível como o site notíciasaominuto não sabe que...
Não terão começado já a tentar desestabilizar o Be...
Apesar de tudo e contra tudo e contra todos (ontem...
O Benfica tem uma estrutura psicológica muito fort...
ATENÇÃO, MUITA ATENÇÃOVISTO NA NETE DEVE SER LIDO ...
OS PRÓPRIOS SPORTINGUISTAS LÚCIDOSE NÃO CARNEIROS ...
ACHO QUE MERECE JÁ UM POST, EM TODOS OS BLOGUES BE...
Com tal tirada sobre a falta de 'carácter', o padr...
Tanto quanto narra a história a Cinderela saiu ven...
Fosse eu a tratar deste assunto e se este está a d...

contador visitante