Setembro 25 2013
O presidente do Benfica não coloca em cima da mesa a possibilidade de substituir Jorge Jesus, pois acredita que o treinador não será castigado na sequência dos incidentes em Guimarães.

«Na nossa ótica, não pode haver castigo porque Jorge Jesus não fez nada. Quem conhece Jesus, sabe que ele não agrediu ninguém», disse em entrevista à CM tv, afirmando que não equacionada a hipótese de ficar três meses sem treinador: «Era muito mau para o futebol se Jesus fosse castigado. Outro treinador qualquer tinha entrado no balneário e deixado a situação aquecer. (...) Ele foi pedir desculpa aos agentes da polícia, não foi ninguém esmurrado ou maltratado. Estão a fazer desta situação um bicho-de-sete-cabeças.»

«Vou ser testemunha, porque estava lá e vi que ele não agrediu ninguém. O que aconteceu não devia ter sucedido, mas se não aparecesse a segurança, os adeptos tinham recebido as camisolas e saído do relvado. Por vezes é preciso ser pedagógico», prosseguiu, considerando que houve «uma invasão pacífica» e que o treinador agiu «não com o intuito de agredir mas sim de separar»: «É revoltante ver a forma como aquele adepto foi agarrado. Parecia que tinha assaltado um banco.»

Questionado sobre se espera a despenalização de Jesus: «Há uma justiça no Norte e outra no Sul. Sabemos qual é a postura das pessoas que estão no futebol e que há muito folclore na televisão à volta do Benfica. O que espero que aconteça? O mesmo que se passou com o Apito Dourado. Estão a tentar sacrificar o Jorge quando ontem se passou coisas noutro estádio e não se falou de nada.»

Vieira referia-se às alegadas agressões de Adelino Caldeira, administrador da SAD do FC Porto, a Nuno Lobo, presidente da Associação de Futebol de Lisboa, na Amoreira, e recordou, sem concretizar, «o presidente de um clube que apontou um dedo a um comandante da polícia» e saiu impune.
Fonte: A Bola
publicado por Benfica 73 às 13:34

Setembro 25 2013
O treinador do Benfica, Jorge Jesus, justificou-se esta terça-feira sobre os incidentes ocorridos no final do jogo em Guimarães. O técnico diz que só quis ajudar o adepto que queria uma camisola e refere que não agrediu nenhum agente da PSP.

«Não agredi ninguém, pensei sempre no adepto. Tentei sempre serenar os ânimos. O que aconteceu concretamente? Depois do jogo quisemos partilhar a vitória com os nossos adeptos. Fomos direitos à bancada e alguns adeptos entraram dentro de campo. Tentei dizer para terem calma e vejo um adepto a ser agarrado. Tentei ajudar o miúdo, pedi para o largarem. A minha ideia foi sempre ajudar. Não agredi ninguém, isso nunca me passou pela cabeça. Como cidadão e como treinador nunca tive problemas com a autoridade. Se exagerei na tentativa de ajudar, só posso é pedir desculpa às autoridades», afirmou o treinador do clube da Luz em declarações à Benfica TV.
Jorge Jesus confirmou que já foi notificado pela PSP e diz-se «tranquilo» e à espera «serenamente» pelo desenrolar do caso.
Fonte: A Bola
publicado por Benfica 73 às 08:07

Setembro 25 2013
publicado por Benfica 73 às 07:35
Tags:

Setembro 24 2013
Amigo de Jorge Jesus, o atual provedor da ética do desporto não dá qualquer importância ao incidente protagonizado pelo treinador do Benfica no final do jogo com o V. Guimarães.

«Jorge Jesus está tranquilo, já falou com a polícia e este assunto é para morrer. Quando nos agarramos em demasia a um caso como este, é porque não temos coisas importantes a tratar», começou por referir Manuel Sérgio, em declarações prestadas à Renascença.

«É preciso analisar o contexto do futebol. O Benfica tinha ganho um jogo difícil, Jorge Jesus estava stressado e o ambiente no futebol é de um sentimentalismo exacerbado. Por isso, há que saber compreender as pessoas nas circunstâncias», prosseguiu o professor universitário, atirando:

«Lembro-me das palavras do Papa Francisco: ‘Quem sou eu para julgar o meu semelhante?’ O que se passou não tem qualquer relevância penal. O Jorge Jesus é um homem generoso. Foi por generosidade que ele tomou aquela atitude de defesa dos rapazes que queriam levar as camisolas dos seus ídolos», disse.
Fonte: A Bola
publicado por Benfica 73 às 13:31

Setembro 24 2013
A águia voltou a alguns velhos hábitos: ganhar jogos em série e terminá-los a zero no que diz respeito a golos sofridos. Sensações distantes no tempo, que o tempo agora recupera.

Há mais de seis meses, por exemplo, que o Benfica não terminava dois jogos consecutivos sem Artur Moraes encaixar qualquer golo. A última vez que tal se verificou foi na série Bordéus-Gil Vicente, a 7 e 10 de março, respetivamente, em jogo para a Liga Europa e Campeonato, por esta ordem. 

Posteriormente seguiram-se 16 partidas em 2012/13, e apenas três terminaram sem golos sofridos (V. Guimarães, Olhanense e Sporting), mas de forma alternada. Já na presente temporada foi preciso esperar até à série Anderlecht-V. Guimarães para ver os encarnados apresentarem uma sequência deste género. 

180 minutos seguidos com a baliza inviolada (com a repetição do mesmo onze, pela primeira vez na presente temporada) serviram também para dar corpo a outro registo relevante: o triunfo em Guimarães foi o terceiro consecutivo em todas as provas (Paços de Ferreira-Anderlecht-V. Guimarães), sequência que a equipa comandada por Jorge Jesus não conseguia desde a série Rio-Ave-Newcastle-Olhanense, de 30 de março a 7 de abril. 

Por coincidência (ou não...) a melhor fase da época dos encarnados dá-se com a entrada de Fejsa na equipa, assinando com Matic uma nova fórmula a meio-campo, com os dois sérvios a formarem um bloco capaz de filtrar muitas bolas. 
Siqueira também pode reclamar protagonismo: desde que entrou na equipa (Paços de Ferreira), os encarnados venceram sempre.
Fonte: A Bola
publicado por Benfica 73 às 12:54

Setembro 24 2013
Rúben Amorim foi substituído na primeira parte da receção do Benfica ao Paços de Ferreira devido a lesão muscular na coxa direita mas revela que está no bom caminho para a recuperação.
«Estou a fazer o tratamento normal. Estou no bom caminho. A lesão muscular não foi nada de grave. Assim que estiver apto quero ajudar o Benfica nas várias frentes em que estamos inseridos», afirmou o médio em declarações à Benfica TV.
Fonte: A Bola
publicado por Benfica 73 às 10:39

Setembro 24 2013
O Conselho de Disciplina (CD) da Federação Portuguesa de Futebol reúne-se hoje e, tudo indica, irá analisar o episódio que envolveu Jorge Jesus no final do jogo V. Guimarães-Benfica, anteontem. Aquele órgão deve anunciar a abertura de um processo disciplinar ao técnico, e, em última instância, ou seja, se for provada a agressão, Jesus será suspenso entre três meses e três anos (artigo 131º do Regulamento Disciplinar), dado que em causa está um agente da autoridade - se fosse um assistente de recinto desportivo, por exemplo, a pena iria de dois meses a dois anos.

A BOLA falou com Ricardo Costa, jurista e ex-presidente da Comissão Disciplinar da Liga. «A avaliação feita pelo CD dependerá dos relatórios dos delegados da Liga e das forças policiais. Se em ambos não existir algo que indicie a agressão, ou seja, o cenário mais grave, o ato pode então ser entendido como uma infração intermédia ao regulamento disciplinar, que prevê gestos grosseiros e injúrias, cuja pena vai de oito dias a três meses. Há uma terceira hipótese, que dá apenas multa e tem a ver com a violação do dever de correção para com outros agentes», sublinhou, acrescentando que a decisão só seria tomada hoje ou esta semana pelo CD caso tivesse um enquadramento leve, ou seja, «multa ou suspensão até oito dias». Ao invés, «as sanções que implicam imputação de pena acima de um mês passam pela abertura de processo disciplinar e não podem ser objeto de um castigo sumário». 

A confirmar-se o procedimento disciplinar, o processo é enviado então para a Comissão de Instrução e Inquéritos da Liga, que formulará acusação ou arquivará o caso. «Não arrisco a decisão que será tomada porque a experiência diz-me que muitas vezes o que se vê na televisão não tem correspondência nos relatórios, cuja descrição é mais vaga. Por isso é que muitas vezes resulta num enquadramento intermédio», explicou Ricardo Costa.

Apesar de, em termos regulamentares, não estar colocada de parte a possibilidade de suspensão preventiva de Jorge Jesus (artigo 41.º, 3 do Regulamento Disciplinar), até ser conhecida a decisão do processo disciplinar, esse cenário parece pouco provável. Note-se ainda que uma eventual suspensão preventiva nunca poderia ser superior a 25 dias.
Fonte: A Bola
publicado por Benfica 73 às 09:30

Setembro 24 2013
publicado por Benfica 73 às 07:31
Tags:

Setembro 23 2013

A noite deste domingo e a manhã desta segunda-feira trouxeram uma visão clara da hipocrisia que varre alguns meios de comunicação deste País, nomeadamente daqueles que continuam a dar suporte ao “sistema”. No último jogo do Campeonato da época passada não vimos o Jornal de Notícias trazer à capa que o primeiro golo do jogo do título foi conseguido num penálti cuja falta tinha sido cometida fora da área. Nem vimos, já esta época, o Jornal de Notícias noticiar que o golo de Jackson Martinez contra o Paços de Ferreira foi precedido de uma falta clara.

 

Também poderia o Jornal de Notícias, já que tanta importância dá a erros de arbitragem, trazer na sua capa desta segunda-feira que ficou um penálti por assinalar a favor do Sport Lisboa e Benfica em Guimarães e que há um fora-de-jogo mal assinalado, quando Enzo Perez ficava isolado em posição frontal à baliza de Douglas.

 

Também o jornal O Jogo, na sua edição desta segunda-feira, começa a querer substituir-se às instâncias desportivas do País condenando Jorge Jesus por factos que carecem de apuramento.

 

Curioso que aqueles que mais querem “puxar” pelo comportamento de Jorge Jesus, este domingo em Guimarães, são os mesmos que sistematicamente ignoram as agressões e ameaças a jornalistas e jogadores que se passam nalguns campos deste País. A falta de imagens não iliba ninguém, mas a cobardia de calar diz muito do carácter desses jornais e jornalistas.

 

Curioso, ainda, que o treinador que este domingo apareceu a queixar-se de um penálti fora da área e das declarações de um colega que “supostamente” teriam condicionado vários jogos, é o mesmo treinador que o ano passado, no jogo que encerrou a época anterior, não abriu a boca num jogo em que a arbitragem mais desequilibrou, nem falou do condicionamento e das ameaças a que os jogadores da sua ex-equipa foram sujeitos antes desse jogo.

 

Resta-nos assinalar que Paulo Fonseca deve ter mudado de oftalmologista neste defeso, o que não viu no ano passado já consegue ver este ano. É sempre uma evolução.

 

Mais ainda, esqueceu-se Paulo Fonseca, agora em relação ao jogo deste domingo, de comentar uma expulsão que ficou por assinalar de um seu jogador, e da linha de fora-de-jogo mal colocada no segundo golo do Estoril em que o realizador da Sport TV se esqueceu de ver a colocação de Mangala.

 

Se a Sport TV puder, em próximos jogos, deslocar mais meios técnicos que permitam não esquecer a posição de nenhum jogador antes de colocar a linha de fora de jogo e poder filmar ou relatar o que se passa no camarote presidencial, o público agradece. Aguardamos também por informações futuras desse Administrador cujas notícias referem ter agredido o presidente da Associação de Futebol de Lisboa. Curioso que o jornal O Jogo que tão célere foi a consultar um especialista em Direito Desportivo para enquadrar as possíveis sanções em que Jesus pode incorrer, não fez o mesmo em relação às sanções em que este Administrador pode incorrer. Distracção ou esquecimento?

Fonte: SLB

publicado por Benfica 73 às 12:49

Setembro 23 2013
O treinador dos encarnados foi protagonista de um incidente ocorrido no final da partida em que o Benfica venceu o V. Guimarães por 1-0. 
Jorge Jesus revoltou-se com as forças policiais presentes no recinto depois de alguns adeptos encarnados terem entrado no relvado. Um grande aparato que marcou o jogo após o apito final.
Fonte: A Bola
 
Jorge Jesus envolveu-se com as forças policiais em Guimarães
publicado por Benfica 73 às 12:19

Setembro 23 2013
O treinador do FC Porto criticou a arbitragem de Rui Silva, que apontou uma grande penalidade num lance em que Otamendi cortou a bola com mão mas fora da área. 
Paulo Fonseca também deixou críticas ao treinador do Benfica, Jorge Jesus, por ter alegadamente pressionado a arbitragem.
«Quero dar os parabéns aos meus jogadores, que deram tudo e tivemos bons momentos de jogo. Dar os parabéns ao Estoril que é sempre um adversário complicado e dar os parabéns a Jorge Jesus, que conseguiu jogar em três campos. A estratégia dele e do Benfica resultou. A equipa de arbitragem esteve francamente mal, o lance do penalty é mais de um metro fora da área. Ele condicionou este e o jogo do Sporting, onde vimos mais do mesmo. Ganhou foi a estratégia de Jorge Jesus», afirmou Paulo Fonseca, em declarações à Sport TV.
Fonte: A Bola
publicado por Benfica 73 às 11:34
Tags:

Setembro 23 2013

A equipa principal do Sport Lisboa e Benfica deslocou-se ao estádio D. Afonso Henriques para disputar a 5.ª jornada da Liga portuguesa. Diante dos vimaranenses, as “águias” venceram por 0-1, fruto do golo de Cardozo.

No relvado minhoto, “tapado” por uma nuvem de fumo por culpa de um incêndio nas imediações do estádio, as duas equipas entraram com uma atitude de estudo mútuo e poucas oportunidades de parte a parte.

 

O Benfica, mesmo a jogar fora de portas, entrou mais “mandão”, teve mais posse de bola, jogou em ataque apoiado com exploração dos flancos para desequilibrar. Por sua vez, o V. Guimarães tentou explorar o contra-ataque e as bolas para as costas da defensiva.

Numa primeira meia hora onde a bola andou longe das balizas, o protagonista acabou por ser Bruno Esteves, primeiro com um fora de jogo mal assinalado a Enzo Perez quando este ficava em boa posição para marcar (8’). Dois minutos depois lance duvidoso na área minhota que envolve Cardozo e Abdoulaye.

À passagem do minuto 26, há um cabeceamento de Luisão com a bola a bater na mão de Abdoulaye. Fica a dúvida sobre a intenção. No minuto seguinte, remate traiçoeiro de André Santos obrigou Artur a grande intervenção.

A equipa de arbitragem não estava a acertar nos fora-de-jogo e aos 30’, Enzo Perez, de novo isolado, viu-lhe ser assinalado, mal, mais um fora-de-jogo. O Benfica acercava-se da baliza do V. Guimarães e aos 33 minutos, Siqueira esteve perto de ser feliz com um disparo potente após passe de Enzo Perez.

O intervalo penalizava dois emblemas que procuraram ser pouco assertivos. Essa postura apareceu no jogo do Benfica na etapa complementar. A equipa continuou a ter mais bola e a carburar mais perto da área vimaranense.

O árbitro, Bruno Esteves continuou a querer ser protagonista pelas piores razões. Aos 68 minutos, dentro da área, Lima chegou primeiro à bola, Paulo Oliveira pontapeou-o e Bruno Esteves fez “vista grossa” a uma grande penalidade clara a favor dos “encarnados”.

 

“Tacuara” contra tudo e todos

Deus escreve direito por linhas tortas. Decorria o minuto 72, Enzo Perez marcava um pontapé de canto e Cardozo rematou para golo. Referência para a

atrapalhação de Marco Matias e de Douglas no momento do disparo.

Estava feita justiça na Cidade Berço! A partir desse momento, os comandados por Jorge Jesus geriram bem a vantagem, mantendo a bola em seu poder, trocando a bola e obrigado o oponente a correr no seu encalce.

O Benfica venceu contra tudo e contra todos e desta forma passa a somar dez pontos na tabela classificativa.

O Sport Lisboa e Benfica alinhou com o seguinte onze inicial: Artur Moraes; André Almeida, Luisão, Garay, Siqueira (Maxi Pereira, 81’); Fejsa, Matic, Enzo Perez, Djuricic (Lima, 65’); Markovic e Cardozo.

Fonte: SLB

Ficha de Jogo Aqui: http://www.abola.pt/jogodirecto/ficha.aspx?id=169667

Fotos: http://desporto.sapo.pt/futebol/primeira_liga/artigo/2013/09/22/_um_golo_especial_.html#?tab=content-image

publicado por Benfica 73 às 10:39

Setembro 23 2013
publicado por Benfica 73 às 09:01
Tags:

Setembro 19 2013
Noite europeia abaixo das expectativas. Ficou aquém do esperado a afluência de público ao Estádio da Luz para a estreia na Liga dos Campeões 2013/14, contra o Anderlecht. 

Estimavam os responsáveis encarnados uma plateia a rondar a meia casa, ou seja, mais de 30 mil pessoas, algo que ainda assim não se verificou: foram 29.393 os adeptos que a meio do mês de setembro se deslocaram ao recinto das águias para assistir à vitória benfiquista por 2-0 contra os belgas, números que na era Jorge Jesus constituem o terceiro pior registo em termos de afluência de público ao estádio em jogos europeus.

Pior só mesmo em 2010/11, na receção ao Schalke, na última jornada da fase de grupos da Champions, com cerca de 20 mil adeptos a marcarem presença nas bancadas da Luz. Números idênticos aos que se registaram um ano antes aquando da deslocação do AEK de Atenas à Luz, em jogo da fase de grupos da Liga Europa.
Fonte: A Bola
publicado por Benfica 73 às 13:27

Setembro 19 2013
Durante dias, foram muitas as teorias de conspiração na Internet à volta da filmagem daquilo que parecia ser um OVNI a pairar no ar durante o jogo de basebol entre os Everett AquaSox and e os Vancouver Canadians.
Passados alguns dias, o segredo foi desvendado: tratou-se apenas de uma campanha de marketing lançada pelo H. R. MacMillan Space Centre, um museu de astronomia situado na cidade de Vancouver.
Veja o vídeo que deixou meio mundo a falar deste jogo de basebol:
publicado por Benfica 73 às 12:45

Setembro 19 2013
O Benfica ocupa, atualmente, o sexto lugar do ranking de clubes da UEFA, naquela que é a quarta melhor classificação de sempre do clube, desde que, em 1979, o organismo decidiu publicar as posições das equipas. 

As águias terminaram a época passada em nono lugar, mas já sabendo que, no início da atual temporada nas competições europeias, iria subir à sexta posição, tal como o nosso jornal deu conta ainda em maio, tendo por base o facto de a época 2008/09 deixar de contar para a contabilidade em que se baseia esta tabela. 

Recorde-se que o ranking é feito com o somatório do desempenho de cada equipa nas últimas cinco épocas, incluindo a temporada em curso. Ou seja, os números do presente estão diretamente ligados à era Jesus, que entrou na Luz em 2009, substituindo o espanhol Quique Flores. 

A tabela foi atualizada ontem e confirma o Benfica na sexta posição, a melhor dos últimos 16 anos, depois do quinto lugar em 1997. Melhor que este registo apenas em 1996 (3.º) e 1990 (4.º). 
Fonte: A Bola
publicado por Benfica 73 às 09:38

Setembro 19 2013
Apesar da época promissora que terminou em desilusão, Luís Filipe Vieira recorda o percurso da equipa na época passada, registo que será preciso recuperar para manter os encarnados na luta pelos títulos.

«Está sempre a correr bem no Benfica, penso eu. Compreendo uma boa parte das pessoas, sócios, adeptos e simpatizantes, que sabem bem o percurso que tivemos no ano passado e que na reta final houve alguma frustração, mas não podemos esquecer o que fizemos até lá», disse Luís Filipe Vieira após a apresentação da meia maratona de Lisboa, antes de acrescentar: 

«Porque para se conquistar o que quer que seja temos de continuar dentro do que foi o timbre do ano passado, acreditando jogo a jogo que somos capazes de chegar e continuar a sonhar que temos capacidade para o fazer.»
Fonte: A Bola
publicado por Benfica 73 às 09:36

Setembro 19 2013
publicado por Benfica 73 às 07:24
Tags:

Setembro 15 2013
Ezequiel Garay, autor de dois golos na vitória do Benfica na receção ao Paços de Ferreira, por 3-1, sublinha a importância dos três pontos amealhados pelas águias. Argentino diz sentir-se «muito feliz» na Luz.

«O mais importante era conquistar os três pontos. Estamos a melhorar jogo a jogo. É sempre bonito marcar. Era um jogo importante, em que somamos os três pontos», salientou o argentino, em declarações à Benfica TV.

«Ainda falta muito Campeonato. A equipa está muito melhor e vai continuar a crescer», afiançou.
A dedicatória de Enzo Pérez a Salvio mereceu os aplausos do defesa-central: «Enzo teve um gesto muito bonito, é o sentimento de todo o grupo. Estamos todos a torcer para que o Salvio recupere bem».

Segue-se a estreia das águias na fase de grupos da Liga dos Campeões, diante do Anderlecht. «Primeiro vamos descansar e depois trabalhar nestes dias para esse jogo, que vai ser muito complicado», anteviu. 
A nível pessoal, Garay diz sentir-se «muito bem» e «muito feliz no Benfica, com a equipa e com o grupo».
Fonte: A Bola
publicado por Benfica 73 às 19:03

Setembro 15 2013

A equipa principal de Futebol do Sport Lisboa e Benfica recebeu e venceu, este sábado, no Estádio da Luz, o Paços de Ferreira por 3-1, com tentos de Enzo Perez e dois de Garay.

Os comandados de Jorge Jesus entraram a “todo o gás” e aos quatro minutos já o marcador estava colorido com o tento de Enzo Perez. Excelente trabalho de Cardozo a arrastar os defesas e a deixar o esférico para Lima, este centrou e Enzo Perez, vindo de trás, a atirar certeiro.

 

Referência para a dedicatória sentida de Enzo Perez a Salvio na celebração do golo. O camisola 35 fez questão de ir buscar uma camisola do colega e erguê-la bem alto para que todos nas bancadas pudessem ver e aplaudir.

O Paços de Ferreira, essencialmente a tentar contrapor em contra-ataque rematou à baliza aos sete minutos, mas Artur defendeu com segurança. O Benfica continuava a carburar e aos 14’, após passe de Enzo Perez, Lima rematou para defesa de Degra.

O Benfica jogava bem, o público gostava e ameaçava aumentar a vantagem. Se bem pensou, melhor o fez aos 22 minutos. Livre estudado, Cardozo trocou as voltas a todos, não rematou à baliza, solicitou Enzo Perez que, de primeira, endossou para Markovic. O sérvio serviu Garay à “boca” da baliza para encostar para o fundo das redes. Os cachecóis voltavam a abanar nas bancadas.

 

A vencer por 2-0, a tranquilidade pairava no relvado da Luz, mas a equipa às ordens de Jorge Jesus continuou a carregar

no acelerador como foi o caso aos 37 minutos em que Cardozo recuperou o esférico ainda no meio-campo adversário, deixou para Lima e este, isolado, não conseguiu desfeitear o guardião pacense.

Antes do intervalo, Bebé passou por tudo e todos e só não enviou a bola para a baliza deserta com sucesso porque Luisão não deixou. O 2-0 era mais do que justo ao cabo dos primeiros 45 minutos.

Referência no intervalo para a homenagem feita pelo Clube ao Campeão do Mundo em K2 500 metros, João Ribeiro, e a vice-campeã do Mundo Sub-23 em K1 200 metros, Joana Vasconcelos.

 

Na etapa complementar, o Paços de Ferreira começou por reduziu aos 50’, através do golo de Ruben, mas dois minutos volvidos, as “águias” responderam por Garay que bisou, nas alturas, após canto marcado por Enzo Perez.

A vencer por 3-1, o Benfica geriu a partida e a vantagem alcançada percebendo que na terça-feira já há jogo com o Anderlecht em casa.

O Sport Lisboa e Benfica alinhou de início com o seguinte onze: Artur Moraes; Maxi Pereira, Luisão, Garay, Siqueira (André Almeida, 62’); Matic, Ruben Amorim, Enzo Perez (Fejsa, 34’), Markovic; Lima e Cardozo (Ola John, 75’).

Ver Fotos Aqui: https://www.facebook.com/photo.php?fbid=10153238418135716&set=a.10153238240390716.1073741929.212504785715&type=1&theater

Ficha de Jogo: http://www.abola.pt/jogodirecto/ficha.aspx?id=169661

publicado por Benfica 73 às 08:00

Setembro 15 2013
publicado por Benfica 73 às 07:39
Tags:

Setembro 13 2013

Os adeptos encarnados que pretenderem deslocar-se ao Estádio da Luz, na próxima terça-feira, para assistir ao encontro com o Anderlecht, terão à disposição comboios expressamente organizados para o efeito.

As viagens, de ida e volta, estão disponíveis nas linhas de Tomar, Alentejo, Beira Baixa, Norte e Sul. Os bilhetes são vendidos exclusivamente nas Casas do Benfica. A realização de viagens de comboios para os principais jogos foi anunciada no terceiro congresso das Casas, em julho passado.

Fonte: Record

publicado por Benfica 73 às 13:38

Setembro 13 2013
Oscar Cardozo está próximo de atingir a sua melhor forma, constata Jorge Jesus, que deverá apostar no avançado paraguaio para o embate deste sábado diante o Paços de Ferreira, partida relativa à 4.ª jornada do campeonato. 
«Disse que me tinha surpreendido em termos físicos. É natural que com mais duas semanas de treino que agora esteja melhor», constou o treinador do Benfica, que foi confrontado, durante a conferência de Imprensa de antevisão à receção aos pacenses, com o polémico lance, protagonizado por ele e Cardozo, na final da Taça de Portugal diante o V. Guimarães. 
«Quem disse que eu ficava fragilizado? Só respondo sobre o que penso, não sobre o que os outros pensam», disparou.
Fonte: A Bola
publicado por Benfica 73 às 13:05

Setembro 13 2013
O antigo internacional jugoslavo e antigo diretor desportivo do clube espanhol é grande amigo de José Mourinho e ambos assistiram, sexta-feira, ao Sérvia-Croácia, de apuramento para o Mundial-2014. Em conversa com A BOLA falou desse encontro e dos sérvios do Benfica. Especialmente de Matic e de Markovic.
- Esteve com Mourinho a assistir Sérvia-Croácia, com muitos benfiquistas em campo. 
- Há muito tempo que conheço Mourinho, tenho enorme admiração por ele. É um grande treinador e foi um prazer termos estado juntos. É muito divertido e desfrutámos bastante com um desafio intenso e bastante bem disputado.
- E porque estava Mourinho interessado em ver esse jogo? 
- É um apaixonado por futebol, quer saber tudo o que se passa e como há algum tempo não assistia a qualquer jogo nesta parte da Europa achou que esta era uma boa oportunidade para ver em ação estas seleções. Além disso, na Sérvia estava Ivanovic, jogador do Chelsea e capitão da seleção. Era um jogo muito atrativo e valia a pena viajar de Londres a Belgrado. 
- Não seria, também, para observar a Markovic, que pode estar no Benfica a fazer escala para ir para o Chelsea? 
- É o que dizem alguns órgãos da comunicação social, mas posso assegurar que não foi a Belgrado para ver Markovic. É evidente que tanto na Croácia como na Sérvia jogaram futebolistas muito interessantes, mas dizer que algum possa vir a interessar ao Chelsea é prematuro. 
- Markovic está a jogar bem. 
- Já o tinha previsto na entrevista que dei há meses ao vosso jornal e não me enganei. É muito bom jogador, com grandes qualidades e pode ajudar muito a equipa. Se mantiver uma linha ascendente, se for cada dia melhor, é muito provável que, no final da época, mais de um clube se venha a interessar por ele. É um jogador muito jovem que está a viver a primeira experiência fora do país e é preciso ter com ele um pouco de paciência. Mas não há dúvida de que é um futebolista muito interessante e com um grande potencial. 
- Matic é o jogador mais valioso do plantel do Benfica? 
- É um jogador impressionante. Olho para os médios-centro na Europa e não vejo um melhor que ele. Tenho acompanhado de perto a sua evolução e constato que amadureceu muito. Tem mais experiência e está a converter-se num autêntico craque, num dos melhores jogadores do futebol europeu. Tenho a certeza de que em breve dará o salto para um clube importante. O Benfica também o é e está na Champions, o que é, para ele, uma boa forma de se mostrar na Europa, mas adorava vê-lo jogar com a camisola do Real Madrid. Já não estou no clube, mas creio, sinceramente, que seria um excelente reforço. 
- Se a decisão fosse sua, daria mais depressa 100 milhões de euros por Matic ou por Bale? 
- Seria fantástico o Benfica receber 100 milhões por Matic. Mas não me parece que isso possa acontecer. Acredito que pagar tanto dinheiro por um jogador na situação de crise em que a Europa vive é um exagero, mas quando um clube se interessa por um futebolista, acredita que será um elemento fundamental e está disposto a pagar esse enormidade de dinheiro é uma questão interna e saberá por que o faz. Se o Real decidiu gastar tanto é porque acha que pode fazê-lo. 
- Quanto pode valer Matic? 
- É difícil falar de números, depende de muitas circunstâncias, do momento em que surgir a possibilidade de o transferir e do grau de interesse do clube que o queira comprar. O que posso dizer é que quando surgir a oportunidade de mudar de clube, Matic não será, com toda a certeza, um jogador barato. 
- Destaca mais algum sérvio do Benfica? 
- Talvez Sulejmani. Tem ainda muito para dar, está em fase de pleno progresso e tem grande futuro. Chegou de graça e, em pouco tempo, representará um grande valor do Benfica que fez com ele uma excelente operação.
Fonte: A Bola
publicado por Benfica 73 às 12:13

Setembro 13 2013
A imprensa russa, nomeadamente o jornal Izvestia, noticiou, ontem, que o Benfica está interessado no extremo-esquerdo sérvio Zoran Tosic, de 24 anos. 
De acordo com aquela publicação, o atual jogador do CSKA Moscovo é visto pelos encarnados como alternativa credível a Gaitán, no futuro próximo, e no pressuposto de a SAD vender o passe do internacional argentino. 
O sérvio, que foi titular no empate frente à Croácia (1-1), no dia 6, custará cerca de 6,5 milhões de euros. 
O jornal dá ainda conta de que o jogador também é apreciado pelo Sporting e pelo Colónia, da Alemanha, onde o esquerdino jogou em 2009/10, depois de ter passado uma época sem sucesso no Manchester United.
Fonte: A Bola
publicado por Benfica 73 às 10:10

Setembro 13 2013
Manter o Paços de Ferreira sem pontos no campeonato, até porque o Benfica também necessita de vencer. Esta é a ideia de Jorge Jesus para á receção de sábado à equipa da capital do móvel.

«Estamos no início do campeonato e a pontuação ainda não corresponde ao valor das equipas. Mas queremos que o Paços de Ferreira continue com os mesmos pontos, pois o Benfica precisa de somar estes três pontos», começou por dizer Jorge Jesus, que não se mostrou particularmente preocupado por a equipa apenas somar quatro pontos em três jornadas no campeonato:

«Nos três jogos que fizemos, perdemos um, vencemos um e empatámos outro. Empatar em Alvalade é, na minha opinião, normal, mesmo que normalmente, desde que aqui cheguei, o Benfica vá lá ganhar. Como tal, o resultado negativo que tivemos foi com o Marítimo, mas ainda temos muito campeonato pela frente, muito ponto para ganhar. O importante é continuar a evoluir e os jogadores conhecerem cada vez mais as ideias da equipa.»
Fonte: A Bola
publicado por Benfica 73 às 08:39

Setembro 13 2013
publicado por Benfica 73 às 07:24
Tags:

Setembro 12 2013
Filip Djuricic está de regresso a Lisboa, depois de ter estado em ação pela seleção da Sérvia, ante Croácia (1-1) e País de Gales (3-0). Antes de voltar à capital portuguesa, o jogador falou à Imprensa do seu país, lamentando o facto de não jogar os 90 minutos de uma partida há mais de quatro meses.

«Estou a passar por situações novas. Não pensava estar nesta situação no Benfica. Em Cardiff, joguei pela primeira vez 90 minutos nos últimos quatro meses. Isso deixa marcas, mas vou continuar a trabalhar e a lutar, no clube e na seleção», desabafou Djuricic, citado pelos media sérvios.

O último jogo completo do reforço dos encarnados data de 5 de maio, curiosamente na despedida do Heerenveen - contra o Utrecht o internacional sérvio fraturou duas costelas mas aguentou-se até ao apito final. 

Nas primeiras três jornadas do Campeonato português, Djuricic entrou apenas nos dois primeiros compromissos, contra o Marítimo, no Funchal, e contra o Gil Vicente, na Luz - no primeiro foi titular e substituído ao intervalo, por Rodrigo; no segundo entrou aos 68 minutos para o lugar de Rodrigo. No derby com Sporting, em Alvalade, não saiu do banco de suplentes.
Fonte: A Bola
publicado por Benfica 73 às 13:37

Setembro 12 2013
Javier Saviola vai defrontar o Benfica pela primeira vez desde que saiu do clube, há um ano. 
Vai fazê-lo ao serviço do Olympiakos, para o qual se transferiu neste defeso após uma época em Málaga e, em declarações prestadas, ontem, à Imprensa grega, o internacional argentino falou da antiga equipa. 
«Fiquei muito feliz por nos ter saído o Benfica. Vou reencontrar pessoas com quem partilhei bons momentos. Passei os melhores três anos da minha carreira no Benfica», disse o avançado de 31 anos, numa abordagem ao grupo C da Liga dos Campeões, que será composto, ainda, por Paris Saint-Germain e Anderlecht. 
Apesar de o campeão grego ter saído do pote 3, Saviola não atribui favoritismo a franceses e portugueses e espera continuar a marcar numa prova que nunca conseguiu conquistar.
Fonte: A Bola
publicado por Benfica 73 às 10:55

Setembro 12 2013
Miralem Sulejmani chegou esta quarta-feira à noite a Lisboa, proveniente de Belgrado, na Sérvia, onde o jogador ficou retido depois do encontro com a Croácia, da fase de apuramento para o Mundial de 2014.
O extremo contraiu lesão na coxa direita na sequência de entrada violenta do defesa croata Josip Simunic, tendo sido aconselhado pelo médico da seleção da Sérvia a permanecer em repouso e tratamento durante mais alguns dias.
Sulejmani chegou a Lisboa acompanhado da família, sendo evidentes as dificuldades do jogador em caminhar normalmente - coxeava da perna direita -, quadro que dificilmente será revertido a tempo de o camisola 8 ser opção para Jorge Jesus no jogo com o Paços de Ferreira, agendado para sábado, no Estádio da Luz. 
Fonte: A Bola
publicado por Benfica 73 às 10:46

BENFICA 73
Setembro 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
14

16
17
18
20
21

22
26
27
28

29
30


subscrever feeds
comentários recentes
Viva o BenficaSaudações de UMA TETRA
O apoio financeiro a indivíduosOlá,Você está preso...
Get a Loan Today At 3% Interest Rate, contact us a...
Boa tarde,Gostaríamos de dar a conhecer o novo sit...
Boa tarde,Será possivel obter o contato do adminis...
A nível de centrais, apesar dos 2 jovens da equipa...
Caro Benfica73, Rebocho é lateral esquerdo de raiz...
Eu aceitava nos seguintes termos, um milhão à cabe...
Esta gentinha que se governa do futebol, fala de m...
E qual é o valor da cláusula? Parece que o PC está...
Incrível como o site notíciasaominuto não sabe que...
Não terão começado já a tentar desestabilizar o Be...
Apesar de tudo e contra tudo e contra todos (ontem...
O Benfica tem uma estrutura psicológica muito fort...
ATENÇÃO, MUITA ATENÇÃOVISTO NA NETE DEVE SER LIDO ...
OS PRÓPRIOS SPORTINGUISTAS LÚCIDOSE NÃO CARNEIROS ...
ACHO QUE MERECE JÁ UM POST, EM TODOS OS BLOGUES BE...
Com tal tirada sobre a falta de 'carácter', o padr...
Tanto quanto narra a história a Cinderela saiu ven...
Fosse eu a tratar deste assunto e se este está a d...

contador visitante